Serviço Educativo da ATEF na Temporada Artística 2017-18

Fazer pontes no acesso à cultura, eliminando barreiras intelectuais e sociais, será agora o foco crescente da Associação Teatro Experimental do Funchal (ATEF), numa oferta cultural destinada a todos os públicos.

A Associação Teatro Experimental do Funchal (ATEF), conta 42 anos de atividade e diferentes designações – GETF, TEF CRL e TEF. Desde a sua génese e no seu vasto currículo, soma também um vasto leque de formações destinadas ao público, num serviço educativo que se foi impondo.

1976:  I Curso Formação de Atores do GETF, por Orlando Barros

1978:  II  Curso Formação de Atores do GETF, por Júlio Couto e Roberto Merino

1978: III Curso Formação de Atores do GETF, por Roberto Merino

1983: IV Curso Formação de Atores, por Fernando Heitor

1983: V Curso Formação de Atores, por Fernando Heitor

1986: VI Curso  Formação de Atores, por Eduardo Luíz

1989: VII Curso Formação de Atores, por Raija Kaeste

1989 /1990: VIII Curso Formação de Atores, por Eduardo Luíz

1990 /1991:  IX Curso Formação de Atores, por Eduardo Luíz e Élvio Camacho

1996: X Curso Formação de Atores, por Eduardo Luíz

1998:  XI Curso Formação de Atores, por Eduardo Luíz

2000 / 2002:  Projeto Tefinho, expressão dramática para crianças, por Magda Paixão

2003 – 2005: Projeto Tefinho, expressão dramática para crianças, por Márcia das Dores

2011: XII Curso Formação de Atores, por Eduardo Luíz, Cristina Loja, Luís Melim e Yuri Dadas

2014: XIII Curso Formação de Atores, por Eduardo Luíz

2014-2017: Projeto Tefos,  expressão dramática para crianças, por Isabel Martins

2016:  XIV  Curso Formação de Atores, por Eduardo Luíz

2016:  Workshop para crianças surdas e ouvintes ” Dar voz às mãos “, por Sérgio Peixoto

 

Estas formações partiram e partem do  Serviço Educativo da ATEF e cumprem o  principal desígnio da sua missão cultural – formar diferentes segmentos de públicos, disponibilizando ferramentas, espaços de observação e de questionamento, aguçando uma atitude de descoberta e capacidade crítica. Destinam-se a pessoas de todas as idades, com formações e capacidades diversas. Fazer pontes no acesso à cultura, eliminando barreiras intelectuais e sociais, será agora o foco crescente da ATEF, numa oferta cultural destinada a todos os públicos. É através desta filosofia de comunicação e de participação ativa que designamos de ATEF CULTURA ACESSÍVEL que têm ocorrido diversas iniciativas / atividades, ao longo dos últimos dois anos:

a) A tradução de espetáculos em LGP ( Língua Gestual Portuguesa ) – YOUKALI, uma ilha, MÃOS QUE CANTAM, QUASIMODO O CORCUNDA, INAPTO,  VIDAS PRIVADAS, A VIDA É O MOMENTO (Poesia Gestual), A IDÉIA VENCEU A MORTE (Teatro Poético) e, brevemente A CIGARRA E A FORMIGA.

b) A construção de um site acessível (www.atef.pt), em processo, a apresentar a 03 de dezembro do corrente ano – tradução em Inglês / francês e  acesso a invisuais  e cegos.

c) A criação de parcerias com instituições diversas, permitindo a participação de utentes e da comunidade em geral, em projetos artísticos pontuais.

d) Criação de formações e debates específicos sobre cultura, arte e acessibilidade cultural.

OFICINAS PERMANENTES – INSCRIÇÕES

A criação de oficinas permanentes e temporárias nesta temporada artística, visa continuar e ampliar, com maior eficácia e inclusão, a ação do Serviço Educativo da ATEF.

Estão abertas inscrições para 07 Oficinas Permanentes da ATEF até 31 outubro, através do formulário de inscrições:  www.atef.pt / tef@tef.pt /  291 226747 ou 933 369 136:

MINDFULNESS  (5-8 anos) e MINDFULNESS (9-12 anos), por Andreia Martins; EXPRESSÃO DRAMÁTICA ( 7-10 anos), por Isabel Martins; EXPRESSÃO DRAMÁTICA (11-14 anos), por Paulo Sérgio BEJu; TEATRO INCLUSIVO, por Ester Vieira; TEATRO CRIATIVO e MONTAGEM TEATRAL, por Eduardo Luíz.

Recomendadas

Saiba como navegar na internet em segurança

Fraudes, roubos de identidade e dados, phishing, fake news, ataques a perfis, entre outros esquemas podem “atacar” os utilizadores do mundo digital caso não tomem as devidas precauções.

Madeira assina contrato de 74,6 milhões de euros para a segunda fase da construção do Novo Hospital (com áudio)

O Governo Regional da Madeira adjudicou esta fase à proposta apresentada pelo agrupamento de quatro empresas madeirenses, a Tecnovia Madeira, a AFAVIAS, a Socicorreia e a RIM.

Câmara do Funchal revoga penalizações de 200 mil euros aos concessionários do município

O presidente da autarquia, Pedro Calado, lembrou que estas penalizações financeiras “foram impostas pelo anterior executivo da Coligação ‘Confiança’ durante o período da Covid-19”, o qual “optou por moratórias em vez de fazer, como legalmente podia, a isenção do pagamento das rendas”.
Comentários