Setor financeiro e seguros liderou transações ‘M&A’ em Portugal em novembro

O mercado de fusões e aquisições de Portugal registou 29 operações no mês passado, de acordo com o relatório mensal de M&A da Transactional Track Record.

O mercado de fusões e aquisições de Portugal cresceu ligeiramente no mês passado, quando comparado com o mesmo período de 2016. Registaram-se 29 transações em novembro, o que corresponde a uma subida de 7,41%, segundo o relatório mensal de M&A da Transactional Track Record (TTR).

As transações movimentaram 316 milhões de euros em novembro, sendo que o maior destaque foi a conclusão da oferta de aquisição de 4.743.887 ações do Montepio pela Associação Mutualista por 4,84 milhões de euros, um negócio que contou com o apoio da Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados.

O setor de financeiro e seguros liderou as transações do mês passado, ao contabilizar oito operações, nomeadamente a venda pelo Banco BPI da BPI Vida e Pensões à espanhola VidaCaixa (135 milhões de euros) e do BPI Gestão de Ativos também para o CaixaBank (83 milhões de euros).

Portugal totalizou 289 transações desde o início deste ano, com movimentos de 9,9 mil milhões de euros, o que representa um crescimento de 22,49% face ao período homólogo de 2016. Segundo o mesmo relatório, 113 anúncios de compra e venda de participação que envolveram empresas portuguesas em 2017 somaram 9,9 mil milhões de euros.

Quanto às 40 operações de private equity registadas em novembro, 14  delas tiveram valores superiores a 4,6 mil milhões de euros, como por exemplo a compra de oito ginásios Pump pela Sonae Capital. Relativamente às de venture capital, deram um salto de 490% no total aportado. O investimento de 1,3 milhões de euros que a Primetag fechou com a portuguesa Pathena Investments inclui-se na lista.

“Em número de operações cross-border, o mercado português soma 101 operações inbound, em que empresas portuguesas foram adquiridas por companhias estrangeiras.  Ao longo do ano, o país que mais efetuou transações em território nacional foi a vizinha Espanha, que adquiriu 28 empresas”, revela ainda o TTR.

Ranking de assessorias jurídicas e financeiras de janeiro a novembro

Apoio financeiro Apoio jurídico
Natixis Partners Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados
BBVA Vieira de Almeida
Millennium bcp Uría Menéndez – Proença de Carvalho
Recomendadas

“Falar Direito”. “Diploma da renegociação cria ónus sobre bancos que têm crédito à habitação”

O advogado Francisco Barona, sócio do departamento financeiro e governance da Sérvulo, explica quais são, na sua perspetiva, os dois principais problemas associados ao novo diploma relativo à renegociação de créditos.

Renegociação de créditos: o que muda com a nova lei? Ouça o “Falar Direito”

O advogado Francisco Barona, sócio do departamento financeiro e governance da Sérvulo, explica o que muda para consumidores e banca com a entrada em vigor do novo diploma relativo à renegociação de créditos.

SRS Legal assessora a private equity Gyrus Capital na compra do grupo de tecnologia KRS

A SRS Legal assessorou a Gyrus Capital, um dos principais gestores suíços de fundos de Private Equity, na aquisição do KSR Group (incluindo a subsidiária portuguesa KSR) e do Grupo Xcability (incluindo a subsidiária portuguesa Xcability).
Comentários