Severodonetsk “totalmente ocupada” pela Rússia, segundo autarca

A cidade de Severodonetsk, no leste da Ucrânia, está “totalmente ocupada” pelas forças russas após semanas de combates intensos, segundo informações do presidente da câmara, Oleksandr Stryuk.

“A cidade está agora totalmente ocupada pela Rússia. Estão a tentar estabelecer a sua própria ordem, pelo que sei já escolheram algum tipo de comandante”, disse o autarca, citado pela Reuters.

Adianta também que alertou os ucranianos ainda dentro da cidade que já não é possível sair para o território controlado pela Ucrânia.

As autoridades tinham dado ordem ontem para que as tropas se retirassem de Severodonetsk, tendo em conta as baixas pesadas que estavam a sofrer.

A cidade, que fica na região de Lugansk, tornou-se um campo de batalha muito agressivo nas últimas semanas e viu forças russas e ucranianas em grandes combates de rua.

A queda desta cidade representa uma importante vitória para Rússia, tendo em conta que o invasor pretende tomar toda a região do Donbass, na Ucrânia, composta pelas Autoproclamadas Repúblicas de Lugansk e da vizinha Donetsk.

Lembra-se que a Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de quatro mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Recomendadas

Ucrânia: Recrutamento de voluntários para a frente de batalha já chegou às prisões russas

Homens com farda militar visitaram uma prisão em São Petersburgo, onde ofereceram amnistia em troca da integração dos prisioneiros nas forças russas.

Ucrânia. Conferência de doadores garante mais 1.500 milhões para equipamento e treino militar

A conferência internacional de doadores que reuniu 26 países em Copenhaga permitiu arrecadar 1.500 milhões de euros em equipamento e treino para as tropas ucranianas, divulgou esta quinta-feira o ministro da Defesa dinamarquês.

Primeiro navio com cereais ucranianos chega à Turquia e espera comprador (com áudio)

O primeiro navio carregado de milho que deixou o porto ucraniano de Odessa, no Mar Negro, rumo ao Líbano, atracou no porto turco de Mersin e aguarda um comprador para a mercadoria, confirmou fonte diplomática da Ucrânia.
Comentários