Shares, a nova plataforma social de investimentos

A aplicação da Shares permite investir, sem comissões, e criar estratégias de investimento em conjunto com amigos. Inspirada nos media sociais, no feed de atividade é possível ver em que empresas é que os amigos estão a investir, colocar ‘gostos’ e fazer comentário​s.

Podia ser apenas mais uma aplicação para investir em bolsa, mas a Shares é diferente por acrescentar uma dimensão social. Nesta aplicação, é possível investir, sem comissões, e criar estratégias de investimento em conjunto com amigos. 

Inspirada nos media sociais, no feed de atividade é possível ver em que empresas é que os amigos estão a investir, colocar ‘gostos’ e fazer comentário​s sobre os investimentos partilhados. No feed geral é possível acompanhar os investimentos de outros investidores. 

A aplicação tem uma área de conversação que pode ser utilizada para a troca de mensagens em privado ou para a criação de grupos de debate. 

Com o objetivo de tornar os investimentos em bolsa acessíveis a todos, a Shares permite comprar frações de ações, uma funcionalidade que já começa a ser popular noutras aplicações. 

Para já, o serviço só está disponível no Reino Unido, mas já é possível fazer o download da aplicação e ficar na lista de espera para aderir assim que estiver disponível no seu país​​. 

Desde que foi fundada em 2021, a Shares já captou 90 milhões de dólares e tem como um dos principais investidores a Valar Ventures, onde participa o cofundador do PayPal, Peter Thiel.

 

Artigo original publicado em SuperToast by INSTINCT.
Também disponível em Newsletter e Podcast.

Recomendadas

Semapa aprova distribuição de reservas no montante de quase 100 milhões

Na Assembleia Geral Extraordinária da Semapa foi aprovada a proposta de distribuição de reservas no montante ilíquido por ação de 1,252 euros.

Bancos têm de cumprir reserva de fundos próprios de 0,25% a 1% em 2023

O BCP tem de ter uma reserva de 1%, tal como a CGD. O Santander e BPI têm de ter no seu rácio uma reserva de 0,5% e ao Banco Montepio é exigida uma reserva de 0,25%, tal como à Caixa de Crédito Agrícola. Sendo que todos têm de cumprir este ‘buffer’ a partir do dia 1 de janeiro de 2023, excepto o Crédito Agrícola.

Inapa conclui a aquisição da francesa LOOS

O Grupo Inapa concluiu a aquisição da LOOS, empresa especializada na comercialização de equipamento de impressão e consumíveis para comunicação visual (Viscom). A J.J LOOS tem sede em Mulhouse, França. O valor do negócio não foi revelado.
Comentários