Shell e Total voltam a Portugal

Entre o final deste ano e o início do próximo, a Shell e a Total vão retomar operações no país. O anúncio foi feito pela Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis.

A Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis (ENMC) enviou um comunicado a informar que a Shell, através da sua representada DISA para os postos de abastecimento na Península Ibérica, vai iniciar atividade em Portugal até ao final de 2016. A empresa regressa a Portugal doze anos depois de ter vendido as suas operações no território nacional.

A Total vai também voltar, mas o regresso desta empresa está marcado para janeiro do próximo ano, após oito anos de ausência na sequência da venda da sua rede à CEPSA.

“Estes investimentos são positivos, pois vão ao encontro de um desejado aumento da concorrência no setor dos combustíveis em claro favor dos consumidores portugueses, mas sobretudo é um voto de confiança no Governo e no seu desejo de abertura logística do mercado”, pode ler-se no documento da ENMC, enviado ontem.

À Shell e à Total vão juntar-se mais dois operadores ibéricos de comercialização de garrafas de gás butano e propano e talvez uma cadeia de supermercados na venda de botijas de marca branca, segundo a mesma nota. “Estas entradas decorrem sobretudo da regulamentação levada a cabo pela ENMC com o apoio do Governo, nomeadamente a obrigatoriedade da troca de garrafas entre operadores”, acrescentam.

De acordo com a radiografia do mercado de combustíveis em Portugal, relativa ao passado mês de setembro, a Galp, a BP e a Repsol – as três marcas mais influentes – venderam 57,20% da gasolina e do gasóleo no país. A estas marcas se seguem as restantes, com 24,74% das vendas, e os postos presentes nos hipermercados (18,06%).

Recomendadas

Bruxelas com resposta adequada às “distorções” da lei da inflação nos EUA

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, prometeu este domingo uma resposta “adequada e bem calibrada” para mitigar as “distorções” da lei norte-americana para a redução da inflação.

Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor” a decorrer em Lisboa, com o apoio do Jornal Económico

A conferência é organizada pela Optimize Investment Partners, sociedade gestora portuguesa que disponibiliza uma gama de soluções de investimento para diversos perfis de risco e objetivos. Moderada por Nuno Vinha, subdiretor do Jornal Económico, consiste numa palestra de 30 minutos de cada um dos quatro oradores, um coffee break e uma mesa redonda com espaço para perguntas e respostas e interação com a plateia.

SIBS: mais de um quinto do valor gasto na Black Friday foi em compras online

O comércio online continua a ganhar peso nas compras em Portugal. Dados da SIBS revelam que 22% do valor gasto na última Black Friday foi em compras online, um peso que bate por muito os 18% do ano passado.
Comentários