SIBS e Uber fazem acordo que permite pagar viagens e encomendas com MB Way

A SIBS e a Uber “juntaram-se para disponibilizar aos mais de 4,5 milhões de utilizadores do MB Way uma forma ainda mais simples de fazer as suas viagens e compras através das plataformas Uber e Uber Eats”. 

A Uber é a primeira plataforma de viagens e entregas com pagamentos MB Way, anuncia a empresa em comunicado.

Tudo porque a SIBS e a Uber “juntaram-se para disponibilizar aos mais de 4,5 milhões de utilizadores do MB Way uma forma ainda mais simples de fazer as suas viagens e compras através das plataformas Uber e Uber Eats”.

O MB Way é um serviço SIBS que conta atualmente com mais de 4,5 milhões de utilizadores que fazem mais de 33 milhões de operações por mês.

Para utilizar este método de pagamento basta associar o MB Way às suas formas de pagamento na “Carteira/Wallet” nas aplicações da Uber, indicando o número de telefone associado ao MB Way e aceitar a notificação com a validação da operação.

O meio de pagamento está disponível a partir de hoje.

“Usar as plataformas Uber e Uber Eats está ainda mais simples para mais de 4,5 milhões de utilizadores MB Way”, lê-se na nota. Depois do MB Way estar incluído nas formas de pagamento Uber, “basta escolher o que quer encomendar ou pedir o seu transporte, selecionar o MB Way e recebe automaticamente a notificação para proceder ao pagamento da forma simples a que os utilizadores deste serviço já estão habituados”, explica a empresa.

Uber diz que “para maior comodidade poderá definir no “Perfil de Viagem” o MB Way como forma de pagamento preferencial”.

“O MB Way foi desenvolvido para os seus utilizadores fazerem as suas compras de forma conveniente e totalmente segura em qualquer ambiente – físico ou online. O crescimento exponencial que este serviço tem registado, bem como a confiança que tem recebido de grandes insígnias como a Uber, reflete bem a importância que o MB
Way ganhou na vida dos portugueses”, refere Luís Gonçalves, Diretor de Segmentação e Gestão de Mercados da SIBS, acrescentando que “acreditamos que esta parceria é já um sucesso uma vez que oferece as características de simplicidade, mobilidade e segurança que os utilizadores de ambos os serviços procuram no seu dia a dia”.

“A missão da Uber e da Uber Eats é criar oportunidades ao transformar a forma como as pessoas, alimentos e produtos se movem pelas cidades. A parceria com o MB Way proporciona aos utilizadores da Uber uma nova possibilidade de pagamentos eficazes, convenientes e seguros – tal como as nossas viagens e entregas. Esta é uma parceria com perspetivas de grande aceitação tendo em conta que as tecnologias já fazem parte do dia-a-dia dos utilizadores portugueses” refere, por sua vez Francisco Vilaça, Diretor Geral da Uber em Portugal.

A Uber diz que “para comemorar esta parceria, os novos clientes da Uber e do MB Way beneficiarão de descontos exclusivos”.

“Os novos clientes Uber ou Uber Eats cujas primeiras viagens ou pedidos sejam pagos com MB Way beneficiarão de descontos de 5 euros nas duas primeiras viagens (no caso da Uber) e de 8 euros nos dois primeiros pedidos (no caso do Uber Eats),  aplicando os códigos MBWAYUBER e MBWAYEATS, respetivamente. Os novos clientes MB WAY cujos primeiros pagamentos sejam executados nas plataformas Uber ou Uber Eats beneficiarão de 2 x 5 euros em cashback no Challenge do MB Way”, conclui a empresa.

Recomendadas

Sonae vende 50% da MDS à britânica Ardonagh e encaixa 104 milhões

A operação garante ao grupo português uma mais-valia de 79 milhões.

Metro do Porto diz a Moreira que já formalizou “aceleração da empreitada” da Linha Rosa

Em 10 de novembro, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira manifestou-se preocupado com o “impacto profundamente negativo” da construção da nova Linha Rosa da Metro do Porto que, defende, apresenta “excessivos atrasos” em “praticamente todas as frentes”, revela um ofício enviado à empresa.

Altri quer abrir fábrica de fibras têxteis na Galiza

Para preparar a mudança, a empresa já está a cumprir várias etapas, com a realização de estudos sobre o impacto ambiental e planos de engenharia e viabilidade económica.
Comentários