SIBS estuda colaboração com mais quatro startups

Conheça o primeiro programa de aceleração para empresas de pagamentos e fintech em Portugal. A edição deste ano do SIBS PayForward foi orientada para selecionar soluções para empresas e particulares em contexto de ‘open banking’.

A SIBS encontra-se a analisar o modelo de colaboração, a nível nacional e internacional, com mais quatro startups cujos projetos “estão alinhados” com a sua estratégia no âmbito da diretiva europeia de pagamentos PSD2, adiantou a diretora de Comunicação e Marca da empresa ao Jornal Económico.

A possível parceria surge na sequência do primeiro programa de aceleração na área dos pagamentos e fintech em Portugal, que tem o ADN da dona do Multibanco. Neste momento na sua segunda edição, foi criado e lançado pela empresa em 2016 como uma forma de contribuir para que um maior número de startups (em estado avançado) pudessem “ajudar a inovar no contexto das soluções de pagamento” ou outras soluções financeiras de Tecnologias de Informação.

O programa de Inovação da SIBS, composto pelo PayForward Accelerator e pelo PayForward Opentrack, foi este ano orientado para soluções para empresas e particulares em contexto open banking. “O objetivo é que estas startups possam incorporar a plataforma que está a ser implementada pela SIBS, um novo serviço para dar resposta aos desafios resultantes da regulação europeia que entrou em vigor este ano [PSD2]”, afirmou Maria Antónia Saldanha ao semanário.

Após sete meses de trabalho, este acelerador de startups selecionou startups com as quais dinamizou diferentes modelos de colaboração na área dos pagamentos e na de gestão de contas bancárias e finanças pessoais, na vertente de serviços ligados e de comportamento do cliente.

“Atualmente, o programa encontra-se na sua fase de aceleração, sendo que foram três as startups escolhidas [Coinscrap, GoFact e a Sstrategy, que se encontram na fase de aceleração e de teste às suas soluções] durante o bootcamp, que se encontram a trabalhar com a SIBS em soluções que permitam dinamizar a plataforma de open banking API que a empresa está a desenvolver”, explicou Maria Antónia Saldanha.

Para a marca, eventos com o Lisbon Investment Summit são uma oportunidade de contactar diretamente startups, empresas e personalidades do ecossistema do empreendedorismo nacionais e internacionais, de cariz público e privado.

O SIBS PayForward, que resulta da parceria entre a empresa e a Beta-i, recebeu no arranque da iniciativa mais de 85% das candidaturas internacionais. Quanto à última edição, contou com uma centena de candidaturas de diferentes 20 países como Colômbia, Egipto, França, Irlanda, Israel, Itália, Kuwait, Lituânia, Macedónia, Singapura, Espanha, Suécia, Reino Unido ou Estados Unidos da América. As microempresas selecionadas para o bootcamp foram: Coinscrap Finance, Gofact, Infin8, Limitless App, MoneyGarden, Nextgen, SEZA.ME: FinPin Technologies, Simba Pay, Spin Analytics e Sstrategy.

Relacionadas

SIBS compra PayTel na Polónia

Este negócio, avaliado em 34 milhões de zlotys (oito milhões de euros), vai ser feito em duas fases, entre 2018 e 2020.

Multibanco lança compras MB WAY com QR Code

A app MB Way já permite fazer compras com QR Code na Rede Multibanco e fingerprint para utilizadores Android. “Durante dois meses, os visitantes do Alegro de Alfragide podem ainda ganhar prémios em compras ao partilharem no Instagram sua experiência de utilização MB WAY com a identificação @_mbway e @ccalegro”, lê-se na nota.
Recomendadas

Três startups vencem programa de inovação da Prio

As empresas AirCO2 Fintech (Espanha), BeFC (França) e Evyon (Noruega) ganharam a sexta edição do “Jump Start”. “Perante desafios tão importantes como a transformação digital, sustentabilidade e a transição energética, acreditamos que é fundamental dar voz e colaborar com startups”, garante a diretora de I&D da petrolífera.

PremiumPortugal Ventures passa de prejuízo a lucro de 12 milhões

A sociedade do grupo Banco Português de Fomento registou um aumento de 45% na valorização da carteira de capital de risco, em relação a 2020, o que explicou os resultados líquidos positivos.

Prémio “João Vasconcelos – Empreendedor do ano 2022” atribuído aos fundadores da Coverflex

O prémio de “Empreendedor do Ano” foi entregue pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e por Bernardo Correia, ‘country manager’ da Google Portugal, entidade parceira desta edição.
Comentários