SIBS lança “Pagamentos Autorizados MB Way” para pagar subscrições com a aplicação

Trata-se da função “Pagamentos Autorizados MB Way”, que permite fazer subscrições autorizadas através da aplicação. Por exemplo, se quiser assinar o Jornal Económico, a Forbes ou o semanário Novo, já pode fazê-lo através do WB Way.

A empresa responsável pela gestão das Redes ATM Express e Multibanco nos seus múltiplos canais – desde os Caixas Automáticos e Terminais de Pagamento Automático, aos meios online ou telemóveis–, anunciou uma nova funcionalidade na app MB Way. Trata-se da função “Pagamentos Autorizados MB Way”, que permite fazer subscrições autorizadas através da aplicação. Por exemplo, se quiser assinar o Jornal Económico, a Forbes ou o semanário Novo, já pode fazê-lo através do WB Way.

Madalena Cascais Tomé, CEO da SIBS revelou, num encontro com jornalistas, esta nova funcionalidade da app, e diz que o objetivo é que os 4,75 milhões de utilizadores do MB Way venham a usar o serviço. “A conveniência do próprio serviço vai falar por si”, disse.

O comerciante ficará a saber em tempo real da subscrição por MB Way, explicaram os responsáveis da gestora da rede multibanco e da app MB Way.

Sobre se haverá comissões, a presidente da SIBS remeteu para a política comercial dos bancos. Neste momento, quem usar a app da MB Way no telemóvel para fazer pagamentos já tem de pagar comissões aos bancos, mas se usar a função na app do banco está isento, segundo explicaram os responsáveis.

Esta nova solução é mais um passo rumo ao crescimento orgânico da SIBS que este ano faz 40 anos. A empresa que em 2016 empregava 780 pessoas, hoje emprega 1.400 trabalhadores.

A empresa revelou ainda que no passado dia 30 de setembro, foi atingido um novo recorde do ano de operações no multibanco, ao todo 14 milhões de transações entre compras e levantamentos. Normalmente esse pico era atingido em 23 de dezembro.

A SIBS, para além de gerir a rede multibanco e a app MB Way, é líder na Península Ibérica na produção e personalização de cartões, possuindo uma fábrica em Portugal e outra na Roménia, país onde estão presentes desde que compraram uma operação à Wirecard, em 2020.

As fábricas produzem cerca de 20 milhões de cartões por ano para os vários mercados onde operam, segundo revelaram os responsáveis da SIBS.

A empresa portuguesa é um dos principais processadores de pagamentos na Europa, assegurando o funcionamento completo das transações entre emissores e acquirers em múltiplos equipamentos, com múltiplos protocolos e em múltiplas redes – Visa, Mastercard, American Express, UnionPay, entre outros.

Madalena Cascais Tomé aproveitou a apresentação do novo serviço da app MB Way, para anunciar a estratégia de crescimento orgânico e inorgânico, ou seja, por aquisições. “Estamos à procura ativamente de mercados onde possamos acrescentar valor do ponto de vista do desenvolvimento e gestão de soluções de pagamento. A empresa quer contribuir com tecnologia portuguesa para o desenvolvimento e digitalização nos mercados onde está presente. A SIBS é já um player internacional de relevo com atividade em 20 mercados, nomeadamente na Europa e África”.

Neste momento a empresa tem duas operações nos locais, e ambas na Europa. Uma na Polónia, que resultou da aquisição da Paytel, “duplicámos o parque de Terminais de Pagamento processados, em apenas um ano”, dizem.

Em 2020, com a aquisição da empresa líder no processamento de operações com cartões na Roménia – Romcard/ Supercard –  criaram a SIBS Roménia que está a implementar a rede multibanco no país, para além de adotar diversas soluções já disponibilizadas pela companhia.

À margem da apresentação da nova solução no MB Way, Madalena Cascais Tomé foi questionada sobre a acusação feita pela Autoridade da Concorrência de abuso de posição dominante. A Concorrência acusa a SIBS, detida pelos bancos, de criar entraves à entrada de novos operadores de serviços de pagamentos.

A SIBS considera que o processo da Autoridade da Concorrência “não tem qualquer fundamento” e, por isso, “está completamente contra” a acusação.

Madalena Cascais Tomé diz que o mercado de pagamentos é europeu e “saúda o mercado concorrencial porque contribui para a digitalização”.

Questionada sobre o facto de ser monopolista nos pagamentos ao Estado, a CEO da SIBS, recusa que seja assim, contrapondo que há várias formas de pagar ao Estado, e não apenas pelo multibanco.

Relacionadas

Compras na Web Summit cresceram 40% para 84 mil, revela SIBS

Os dados revelados pela empresa liderada por Madalena Cascais Tomé dão ainda conta que aumentou a presença de estrangeiros face ao ano anterior. Os portugueses representaram 19,9% das operações, e as restantes nacionalidades 80,1%, revela a gestora da rede multibanco e da app MB Way.
Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.
Comentários