SIC: Vara deverá entregar-se esta terça-feira em Évora para cumprir 5 anos de prisão

Armando Vara diz que está pronto para cumprir os 5 anos de cadeia a que foi condenado no processo Face Oculta, e deverá entregar-se esta terça-feira na prisão de Évora, avança a SIC.

Ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos e ex-vice Presidente do BCP diz-se vítima de um erro da justiça. Mas Armando Vara diz que está pronto para cumprir os 5 anos de cadeia a que foi condenado no processo Face Oculta, e deverá entregar-se esta terça-feira na prisão de Évora, avança a SIC.

Armando Vara esteve no Jornal das 8 na TVI para uma entrevista e deixou no ar que o juiz Carlos Alexandre lhe solicitou ajuda há uns anos atrás, mas questionado sobre o assunto disse “que ainda não era tempo”. O ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos e ex-vice Presidente do BCP diz-se vítima da justiça. Esta segunda-feira, em entrevista à TVI, Armando Vara disse tratar-se de um “enorme erro judicial” e referiu ainda que espera que o que lhe aconteceu não aconteça aos outros.

O ex-ministro socialista assegura que é inocente, mas garante que vai acatar a decisão dos tribunais.

Armando Vara admite assim a derrota depois de perder todas as batalhas na Justiça. Condenado há mais de 4 anos no processo Face Oculta, o antigo ministro recorreu para a Relação, para o Supremo e a seguir para o Constitucional mas nenhum dos tribunais lhe deu razão.

Recomendadas

Ministra da Defesa ouvida no parlamento dia 11 de outubro sobre ciberataque

A ministra da Defesa Nacional, Helena Carreiras, vai ser ouvida no parlamento no próximo dia 11 de outubro, à porta fechada, sobre o ciberataque que levou à exfiltração de documentos classificados da NATO, a requerimento do PSD.

PJ faz buscas em instalações do INEM

A Polícia Judiciária está a realizar buscas em diversas instalações do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), no âmbito de uma investigação relacionada com irregularidades na gestão de pessoal, confirmou à Lusa fonte policial.

BES/GES: Juiz adia diligências devido a requerimento que contesta substituição de Ivo Rosa

Segundo o despacho desta segunda-feira do juiz, a que a Lusa teve hoje acesso, o adiamento é justificado pelo tempo necessário para as partes se pronunciarem sobre este documento, no qual é contestado o processo de substituição do juiz de instrução Ivo Rosa pelo Conselho Superior da Magistratura.
Comentários