Siemens lança competição para alunos de engenharia eletrotécnica

Os estudantes são chamados a desenvolver um projeto de eletricidade de um edifício, o que lhes pode garantir uma viagem à Siemens, na Alemanha. As inscrições decorrem até ao próximo dia 20.

O concurso “Geração Simaris Design”, lançado pela Siemens, incentiva os alunos de engenharia eletrotécnica a desenvolver um projeto de eletricidade de um edifício, que lhes pode garantir uma viagem ao centro Totally Integrated Power da Siemens, na Alemanha, onde terão oportunidade de conhecer a equipa que desenvolveu a aplicação que dá nome ao concurso.

Os dois alunos da primeira equipa classificada ficarão automaticamente selecionados para fazerem estágios profissionais na Siemens. Também as instituições de ensino superior que participam pela primeira vez neste desafio vão ter direito a um prémio: uma licença de utilização da versão profissional do “Simaris Design”.

Para concorrer, os candidatos têm de ser alunos do ensino superior e ter, no seu plano curricular, disciplinas de projeto de instalações elétricas. Depois, é necessário formar um grupo de trabalho constituído por dois alunos e um professor e apresentar um projeto que utilize as capacidades da referida aplicação.

A Simaris dimensiona as instalações elétricas em todo o tipo de edifícios e infraestruturas, exportando textos descritivos, mapas de equipamentos e esquemas elétricos.

As inscrições decorrem terminam no próximo dia 20 e poderão ser efetuadas no site com o nome do desafio. Numa primeira fase vão existir duas qualificativas, estando a final do desafio marcada para 28 de fevereiro de 2019, na sede da Siemens em Alfragide.

Nas primeiras duas edições deste concurso participaram 108 alunos e 17 professores, de 14 universidades de todo o país. Destes, mais de uma dezena estagiam ou trabalham atualmente na Siemens.

Recomendadas

Declaração anual de rendas passa a ser entregue apenas por via eletrónica

A declaração anual de rendas, apresentada pelos senhorios que não passam recibos eletrónicos, vai deixar de poder ser entregue em papel, passando a ser entregue apenas por via eletrónica, segundo um despacho agora publicado.

Contrair dívidas para pagar outras dívidas é boa ideia? Saiba aqui

O primeiro passo para organizar a sua vida financeira é constituir um Fundo de Emergência. Se ainda não tem comece já a constituir o seu, equivalente a, pelo menos, entre três a seis meses de ordenado, aplicando-o num produto mobilizável a curto prazo.

“O fundo de emergência deve ser sempre o primeiro patamar de poupança e devemos começar a constituí-lo o quanto antes”, diz Bárbara Barroso

“O fundo de emergência deve ser sempre o primeiro patamar de poupança e devemos começar a constituí-lo o quanto antes. Depois disso, podemos pensar em passar para outro patamar e começar, por exemplo, a investir as poupanças”, considerou a CEO da MoneyLab na Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor”.
Comentários