Sismo de 6,8 abala sul das Filipinas

O epicentro do abalo foi a algumas dezenas de quilómetros a sul de Davao, a maior cidade da ilha de Mindanao. Este tremor não apresenta qualquer risco de tsunami, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

A ilha de Mindanao, no sul das Filipinas, sofreu um abalo de magnitude 6,8 na escala de Richter, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), e que provocou o colapso de um edifício.

O USGS localizou o epicentro do abalo a algumas dezenas de quilómetros a sul de Davao, a maior cidade da ilha de Mindanao.

Este tremor não apresenta qualquer risco de tsunami, de acordo com o instituto, que inicialmente relatou uma magnitude de 6,9.

De acordo com o responsável do gabinete de Defesa Civil, Ricardo Jalad, registou-se o colapso de pelo menos um edifício de três andares em Padada, na província de Davao, estando as autoridades a verificar se há pessoas nos escombros.

Segundo a mesma fonte, na sequência do sismo, as pessoas abandonaram em pânico os centros comerciais, as suas casas e outros edifícios.

As autoridades de Davao e Cotabato, onde o sismo foi sentido com mais intensidade, suspenderam as aulas na segunda-feira para permitir verificar a estabilidade dos edifícios das escolas. Alguns locais ficaram sem eletricidade devido ao sismo.

Na última semana de outubro, a região foi afetada por dois sismos de magnitude 6,6 e 6,5, que provocaram 21 mortos e 432 feridos.

As Filipinas estão situadas sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, zona onde se regista cerca de 90 por cento da atividade sísmica e vulcânica do mundo e que é afetada por cerca de 7.000 sismos por ano, a maioria moderados.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/escala-de-richter/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”20″ slug=”escala-de-richter” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/escala-de-richter/thumbnail?version=1501858302834&locale=pt-PT&publisher=www.jornaleconomico.pt” mce-placeholder=”1″]

Recomendadas

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta terça-feira

“Salário mínimo vai perder poder de compra pela primeira vez desde 2013”; “Famílias com prazo-limite para tratar das partilhas de terrenos”; “Seleção procura lugar na final four antes do anúncio dos convocados para o Mundial”

Itália. Encontrar ministros ‘aceitáveis’ pelo Presidente será desafio para Meloni

Vencedor das eleições de domingo à frente de uma coligação de direita e extrema-direita que poderá ter a maioria dos lugares parlamentares, o partido Irmãos de Itália “cresceu, mas a classe dominante permaneceu a mesma do que quando pesava 1%” dos votos, disse à Lusa Francesco Costa, diretor do site de notícias Il Post e especialista em política internacional.

Ex-governante dos EUA Mike Pompeo diz que acabou era da “cooperação cega” com China

“Se queremos um século XXI livre, não o século chinês, aquele com que [o Presidente da China] Xi Jinping sonha, o velho paradigma da cooperação cega deve acabar”, afirmou, num fórum económico em Kaohsiung.
Comentários