Skate, surf e escalada vão continuar nos Jogos Olímpicos até 2028

Os três novos desportos olímpicos conseguiram atrair as novas gerações, fazendo com que o COI aprovasse a extensão da participação no programa olímpico. “A proposta de inclusão desses desportos centrados na juventude baseia-se na sua importante contribuição para o sucesso geral dos Jogos e no nosso compromisso com a inovação”, disse o COI em comunicado.

Os novos desportos olímpicos, que se estrearem na última edição em Tóquio, fizeram sucesso e são para continuar. O Comité Olímpico Internacional (COI) concordou em estender até 2028 as competições de skate, escalada e surf, ano em que se realiza os Jogos Olímpicos em Los Angeles, avança o portal “Palco 23”.

Os três novos desportos olímpicos conseguiram atrair as novas gerações, fazendo com que o COI aprovasse a extensão da participação no programa olímpico. “A proposta de inclusão desses desportos centrados na juventude baseia-se na sua importante contribuição para o sucesso geral dos Jogos e no nosso compromisso com a inovação”, disse o COI em comunicado citado pela publicação.

Por outro lado, a presença de modalidades olímpicas como o boxe, o pentatlo moderno e o levantamento de peso estão em risco nos próximos Jogos Olímpicos. O motivo está na transparência e governabilidade das mesmas, além da necessidade de alterar o formato para conseguir captar audiências entre as gerações mais novas.

Até agora, após a primeira pré-seleção dos 28 desportos presentes em Los Angeles 2028, esses últimos três desportos estão fora, embora tenham até 2023 para conseguirem reintegrarem-se no programa.

Antes de 2028, terão lugar outros Jogos Olímpicos: Paris 2024, com um orçamento estimado em 3,9 mil milhões de euros. A cidade quer que as receitas de patrocínios ajudem a suportar um terço do valor que o evento vai custar. As projeções indicam que a receita da iniciativa privada (incluindo bilheteira, merchandising e patrocínios) absorva 97% das despesas.

O breakdance fará a sua estreia nos próximos Jogos, e já se sabe que duas modalidades clássicas, a marcha dos 50km e o karaté, vão ser suprimidas. Como tem acontecido nos últimos anos, o COI abre as portas para os desportos de exibição convidados, numa tentativa de ampliar o alcance do evento e abrir as portas para a descoberta de novos desportos.

Recomendadas

SAD do Sp. Braga com resultado positivo de 3,1 milhões de euros na época passada

Relativamente ao exercício financeiro que terminou a 30 de junho deste ano, que ainda não refletem a venda do passe futebolístico do defesa central David Carmo (transferência fechada para o FC Porto na ordem dos 20 milhões de euros), a SAD dos bracarenses destaca que este foi um período “pautado por múltiplos constrangimentos associados à pandemia”.

“Jogo Económico”. “Não é aceitável que as claques sejam instrumentalizadas para satisfazer atitudes tribais”

Emanuel Macedo de Medeiros, o português que lidera a Sport Integrity Global Alliance foi o convidado da última da edição do programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, e abordou a génese dos problemas que se eternizam no futebol em Portugal e apontou caminhos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira, 28 de setembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quarta-feira.
Comentários