SL Benfica. Desde o regresso, Jorge Jesus já gastou mais em reforços do que Rui Vitória em três épocas e meia

Numa altura em que Jorge Jesus é apontado ao Flamengo, os números dizem que, desde o seu regresso, a SAD já investiu mais com JJ do que com Rui Vitória.

Jorge Jesus

O SL Benfica gastou mais em reforços desde o regresso de Jorge Jesus ao clube do que em três épocas e meia com Rui Vitória ao comando técnico, de acordo com cálculos do JE baseados nos números do site “Transfermarkt”.

Recorde-se que o treinador do SL Benfica, Jorge Jesus, terá aceite a oferta do Flamengo para regressar a treinar o clube carioca, avança a “CNN Portugal” esta quarta-feira. Os dirigentes do antigo clube do atual treinador dos ‘encarnados’ estão em Lisboa e de acordo com a imprensa desportiva, estavam agendados vários encontros com outros técnicos portugueses para que fosse concluído este dossier.

No entanto, e pelo que avança o canal noticioso, o primeiro alvo dos dirigentes do Flamengo foi sempre Jorge Jesus e de acordo com a CNN Portugal, o técnico português aceitou a oferta para rumar ao clube brasileiro já no início do próximo ano.

Os números do site “Transfermark” dizem que, desde 3 de agosto de 2020, data em que Jorge Jesus assinou contrato com o SL Benfica e que regressou ao clube onde já tinha estado seis épocas, o clube da Luz gastou 130 milhões de euros, acima dos 116,3 milhões gastos pela mesma estrutura em equipas treinadas por Rui Vitória em três épocas e meia.

E este número nem sequer inclui eventuais gastos em transferências no mercado de Inverno, que terá lugar a partir de janeiro, apesar dos investimentos dos clubes serem sempre mais comedidos.

Assim, na época de 2020/21, e em contraciclo com o restante mercado de transferências, o SL Benfica foi uma das equipas europeias que mais investiu. Os ‘encarnados’ dobraram o investimento de Sporting CP e FC Porto juntos e apostaram forte em contratações: 105 milhões de euros. Essa aposta não teve a devida compensação de verbas da Liga dos Campeões uma vez que as ‘águias’ acabaram eliminadas da edição desse ano da “Champions”, algo que obrigou à venda de Rúben Dias.

Esta época, e fruto do investimento da época passada, a SAD do Benfica foi obrigada a fazer uma travagem brusca no volume de contratações. Até ao momento (e sem números referentes ao mercado de Inverno), o investimento foi de 25,2 milhões de euros.

Curiosamente, este número representa quase o triplo do valor gasto em contratações por esta estrutura em comparação com o investimento do SL Benfica para atacar a conquista do pentacampeonato. Na época 2017/18, a SAD investiu apenas 9,97 milhões de euros e esse objetivo desportivo seria falhado.

Ao serviço do SL Benfica, Jorge Jesus conquistou dez títulos oficiais em seis anos: três Ligas, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco taças da Liga. A esses feitos juntaram-se ainda duas finais da Liga Europa, que o SL Benfica viria a perder para o Chelsea e Sevilha.

Relacionadas

Jorge Jesus aceitou oferta para regressar ao Flamengo. Falta acordo entre os clubes

O treinador português terá aceite a oferta do Flamengo para regressar ao Brasil já no início de 2022. No entanto, ainda não há acordo entre o clube brasileiro e o SL Benfica para libertar Jorge Jesus. Cláusula de rescisão é de 6 milhões de euros.
Recomendadas

Regresso da Liga dos Campeões. FC Porto favorito, Benfica e Sporting partem em desvantagem

Os “dragões” têm boas possibilidades de vencer pela primeira vez na prova, enquanto os rivais de Lisboa não têm um cenário tão favorável. Na Liga Europa, o SC Braga é favorito no duelo pela liderança do grupo.

Indonésia. Polícia sob pressão pelo uso indiscriminado de gás lacrimogéneo

Os desacatos num estádio de futebol resultaram em 125 mortos, 17 dos quais crianças, de acordo com as autoridades. A atuação da polícia gerou o caos e vai contra as indicações da FIFA.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários