SNS24 atendeu recorde de mais de oito milhões de chamadas este ano

O SNS 24 já atendeu este ano mais de oito milhões de chamadas, um recorde, que ultrapassa as mais de seis milhões de chamadas registadas no ano passado, foi anunciado este domingo.

O SNS 24 já atendeu este ano mais de oito milhões de chamadas, um recorde, que ultrapassa as mais de seis milhões de chamadas registadas no ano passado, foi anunciado este domingo.

“O SNS 24 comemora cinco anos de atividade e, só este ano, já atendeu mais de oito milhões de chamadas. 2022 é o ano com o maior número de chamadas de sempre, ultrapassando os mais de seis milhões de atendimentos realizados em 2021”, assinalam os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), em comunicado.

De acordo com os dados do SPMS, cerca de 2,8 milhões de chamadas foram resolvidas automaticamente.

Da linha SNS24 faz também parte, desde abril de 2020, a Linha de Aconselhamento Psicológico, que “prestou apoio a mais de 167 mil pessoas”, tendo este ano já atendido mais de 40 mil chamadas.

“Este serviço passou a ser disponibilizado em língua inglesa e, em apenas três meses, atendeu mais de 2.100 chamadas de cidadãos não falantes de português”, refere o SPMS.

A mesma fonte detalha que a app SNS 24 registou 7,5 milhões de ‘downloads’, permitindo o acesso dos cidadãos a um conjunto de informações de saúde, como o Boletim de Vacinas, receitas, requisições e os resultados de exames médicos.

Já o Portal SNS 24 foi visitado, este ano, por mais de 21 milhões de utilizadores.

O SPMS destaca ainda a existência de 250 Balcões SNS 24, criados durante a pandemia, que “prestam apoio presencial assistido aos serviços digitais do SNS e à realização de teleconsultas em espaços localizados em juntas de freguesia, estabelecimentos residenciais e estabelecimentos prisionais”.

Recomendadas

PR diz que, em regra, lei não permite uso de escusas de responsabilidade

O Presidente da República defende que, em regra, a lei não permite o uso das escusas de responsabilidade e que, em política, quando se tem razão, é muito importante saber explicar aos portugueses a razão que se tem.

Madeira: IASAÚDE reembolsou mais de 1,5 milhões de euros aos utentes no primeiro semestre do ano

Foram as despesas de saúde relacionadas com exames de radiologia as mais reembolsadas, representando 23% do valor total, enquanto as consultas médicas e a medicina dentária englobaram 17,1% e 16,8% dos reembolsos, respetivamente. 

Vírus transportado por musaranhos deixa doentes dezenas de pessoas na China

Não são conhecidas provas de que possa existir transmissão entre seres humanos, até porque, tanto quanto se sabe, os pacientes não tiveram contacto próximo, segundo revelaram os investigadores.
Comentários