PremiumSó um quarto dos militantes do PSD está apto para votar

Apenas 26,5% do total de militantes social-democratas têm as quotas em dia. Distritais das ilhas têm menor percentagem de membros em condições de votar. Militantes criticam excesso de burocracia.

A pouco mais de uma semana do fecho dos cadernos eleitorais do PSD, cerca de 74% dos militantes ativos ainda não procederam ao pagamento de quotas. Os números divulgados pela secretaria-geral do partido revelam que, do total de 106 mil militantes sociais-democratas, 28 mil têm as quotas em dia, o que significa que apenas um em cada quatro militantes está, neste momento, em condições de poder eleger o próximo presidente do PSD, nas eleições diretas de 11 de janeiro de 2020.

O regulamento que estabelece os moldes em que se irá proceder à eleição do futuro líder do PSD dita que só os militantes com “capacidade eleitoral ativa” podem “votar ou ser eleitos em atos eleitorais do partido”. Para isso, os sociais-democratas que queiram participar na eleição da nova direção do PSD devem proceder à regularização do pagamento de quotas até ao prazo máximo de 22 de dezembro. Dos 106.705 militantes ativos (ou seja, que pagaram pelo menos uma quota nos últimos dois anos), apenas 28.312 cumprem, neste momento, esse requisito e estão aptos para votar nas diretas.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumBrigadeiros viajam do Brasil para a Madeira para trazer cor e sabor

Os brigadeiros são feitos pelas mãos de Bianca Barbosa, que já criou mais de 100 sabores. Hoje, a Lulu Brigadeiros vende, além dos brigadeiros, brownies, salames e bolos.

PremiumNancy Pelosi: o render da guarda da guardiã dos velhos democratas

Devidamente independente para uns, demasidado independente para outros, a “louca Nancy Pelosi”, como Trump lhe chamava, é apenas dois anos mais velha que Joe Biden
Comentários