Sonae emite novo empréstimo ESG de 20 milhões

Montante total de empréstimos de longo prazo com enquadramento sustentável a ascende a 280 milhões de euros. O grupo já tem mais de 15% da dívida bruta associada a objetivos de sustentabilidade.

A Sonae procedeu à emissão de um novo empréstimo obrigacionista indexado ao desempenho do grupo em indicadores ambientais, sociais e de governo corporativo (ESG), no montante de 20 milhões de euros, segundo comunicado enviado à CMVM. O spread final desta operação “depende do cumprimento de metas relacionadas com a liderança no feminino e com a redução das emissões de CO2”. A operação foi organizada pelo Banco BBVA, por subscrição particular, sem recurso a garantias e pelo prazo final de cinco anos.

Esta nova emissão acontece depois de, no passado dia 10, a Sonae já ter realizado um conjunto de refinanciamentos de 150 milhões de euros também ligados a indicadores ESG. “Com estas operações, o montante total de empréstimos de longo prazo contratados pela Sonae SGPS e pela Sonae MC com enquadramento sustentável, ‘Green’ e ‘ESG’, ascende já a 280 milhões de euros, o que representa mais de 15% do montante de dívida bruta atual destas empresas”.

Para a Sonae, esta opção estratégica demonstra “o claro compromisso do grupo com a sua política de sustentabilidade, enquanto reforça a sua posição de liquidez e aumenta a maturidade média da sua dívida”.

João Dolores, CFO da Sonae, afirma, citado pelo comunicado, que “o compromisso que a Sonae tem com as pessoas e com o planeta é inegociável. Faz parte do nosso ADN. Temos hoje metas concretas e exigentes em várias dimensões sociais e ambientais – e não temos receio de nos colocarmos à prova. Atualmente, temos já uma parte significativa dos nossos financiamentos associada ao cumprimento de objetivos ESG e ambicionamos vir a ter ainda mais. Não só porque nos desafia, mas também porque acreditamos que a única forma viável de pensar em criação de valor é fazendo-o nas suas dimensões económica, social e ambiental, de forma integrada e indissociável”.

A Sonae anunciou recentemente a atualização do seu plano para a Igualdade de género, “com metas ainda mais ambiciosas para a liderança no feminino, bem como o compromisso da neutralidade carbónica em 2040, dez anos antes da meta definida pela União Europeia”.

Recomendadas

Montepio vende Finibanco Angola a grupo da Nigéria

O Acess Bank é uma entidade detida a 100% pela Access Holdings Plc (Access Corporation), um banco comercial que opera através de uma rede de mais de 700 balcões e pontos de atendimento, abrangendo 3 continentes, 17 mercados e 45 milhões de clientes, segundo o Montepio. Valor não foi divulgado.

Nova Expressão reforça para 10% da Inapa

A Nova Expressão SGPS reforçou a participação acionista na  Inapa – Investimentos, Participações e Gestão para 10%, ou seja detém uma participação qualificada.

TAP diz que proposta da ANA de aumento de taxas aeroportuárias é desproporcionada

A TAP criticou hoje a intenção da ANA – Aeroportos de Portugal de aumentar as taxas aeroportuárias, defendendo que a iniciativa seria “desproporcionada”, tendo em conta a falta de investimento nas infraestruturas.
Comentários