Sondagens dão reeleição do primeiro-ministro da Letónia

Krisjanis Karins, líder do partido de centro-direita, Nova Unidade, beneficiou da sua política contra a Rússia, que inclui a restrição da entrada de cidadãos russos vindos da Rússia e da Bielorrússia.

Krisjanis Karins deverá vencer as eleições nacionais deste sábado, 1 de outubro, na Letónia, sendo assim reeleito para um segundo mandato, de acordo com as sondagens à boca das urnas, revela a agência “Reuters”.

O líder do partido de centro-direita, Nova Unidade, beneficiou da sua política contra a Rússia, que inclui a restrição da entrada de cidadãos russos vindos da Rússia e da Bielorrússia.

A confirmar-se este resultado a Letónia continuará a ser uma voz ativa na liderança lado a lado com os seus vizinhos bálticos, da Lituânia e Estónia, para pressionar a União Europeia a tomar uma decisão contra a Rússia.

Krisjanis Karins será o primeiro chefe de governo da Letónia a sobreviver a um mandato completo de quatro anos.

Recomendadas

EUA. Democratas e Republicanos em disputa acesa por último lugar no Senado

O último assento do Senado norte-americano por atribuir nas eleições intercalares será decidido terça-feira, numa segunda volta renhida no estado da Georgia entre o Democrata Raphael Warnock e o Republicano Herschel Walker.

“A Arte da Guerra”. “Os curdos são uma espinha encravada na garganta da Turquia há muito tempo”

A entrada dos exércitos da Turquia na Síria está iminente em resultado de um atentado em Istambul atribuído ao PKK, partido curdo na Turquia. Veja a análise de Francisco Seixas da Costa no programa da plataforma multimédia JE TV.

União Europeia volta a discutir entrada dos Balcãs

A região está sob fogo: os desentendimentos entre Sérvia e Kosovo, a crise institucional no Montenegro ou as grandes dificuldades vividas na Bósnia-Herzegovina. Poucos acreditam que a União possa dar resposta a tudo.
Comentários