Sony e Honda querem usar música, filmes e até videojogos para vencer no mercado dos carros elétricos

Os veículos elétricos da Honda e da Sony, em “joint-venture”, terão o entretenimento no coração. Empresas planeiam usar música, filmes e videojogos para fazer frente à Tesla.

A Sony e a Honda querem construir um carro elétrico que proporcione uma verdadeira experiência de entretenimento ao utilizador, estando, assim, a planear usar música, filmes e até videojogos para ganhar vantagem no mercado automóvel, frente à Tesla.

Por outras palavras, e de acordo com o Financial Times, essas empresas, unidas numa joint-venture, querem tirar partido da posição da Sony na indústria do entretenimento para se afirmarem no mercado dos automóveis elétricos.

“A Sony tem conteúdo, serviços e tecnologia que tocam as pessoas. Estamos a adaptar esses ativos à mobilidade. Esse é o nosso ponto forte contra a Tesla”, sublinhou o líder do departamento de inteligência artificial da Sony, Izumi Kawanishi, que sinalizou que será “tecnologicamente possível” integrar a PlayStation 5 nos carros em questão.

Já Yasuhide Mizuno, da Honda, revelou que a empresa está a adaptar a sua produção para que o conteúdo seja priorizado na construção dos automóveis. “Vamos desenvolver um carro que sirva a experiência de entretenimento que gostaríamos de oferecer”, explicou o responsável, adiantando que o primeiro modelo deverá chegar ao terreno em 2025.

Recomendadas

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447,5 mil milhões ao BCE

Este montante vem juntar-se aos quase 300 mil milhões de euros que foram reembolsados antecipadamente em 23 de novembro.

Região de Coimbra lança Academia Gastronómica para reforçar distinção europeia

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra vai promover, em 2023, um conjunto de iniciativas para reforçar o estatuto de Região Europeia de Gastronomia com que foi distinguida no biénio de 2021-2022.

No segundo dia de greve, TAP operou 82 voos dos 119 voos previstos

“Até ao final do dia, a Companhia prevê efetuar a totalidade dos 119 voos programados para hoje, para 36 destinos, incluindo todos os de serviços mínimos”, lê-se no comunicado enviado às redações. No dia de ontem, foram realizados os 148 voos previstos, sendo 64 de serviços mínimos.
Comentários