Sporting aumenta a emissão de obrigações de 30 para 40 milhões de euros

O clube liderado por Frederico Varandas decidiu aumentar a emissão das “Obrigações Sporting SAD 2021-2024” para até 40 milhões de euros. Uma vez que aumentou o número de obrigações na oferta que decorre até 6 de dezembro de seis milhões para oito milhões, ao valor nominal de cinco euros.

Em comunicado à CMVM, a Sporting SAD divulgou uma adenda ao prospeto da oferta pública de subscrição do empréstimo obrigacionista denominado “Sporting SAD 2021-2024”, onde dá conta do aumento da emissão de 30 milhões para até 40 milhões de euros.

Isto porque tomou a decisão de aumentar o número máximo de obrigações a emitir de seis milhões para oito milhões.

“O prospeto diz respeito à oferta pública de subscrição e à respetiva admissão à negociação no Euronext Lisbon, de até 8.000.000 (oito milhões) de Obrigações Sporting SAD 2021- 2024 com um valor nominal unitário de 5 euros (cinco euros) no montante global de até 40.000.000 de euros (quarenta milhões de euros), a serem subscritas ao respetivo valor nominal na Data de Emissão, com reembolso de capital ao respetivo valor nominal na Data de Reembolso, com taxa de juro fixa bruta de 5,25%”, lê-se no comunicado do clube.

O montante mínimo de subscrição é de dois mil euros, correspondentes a 400 obrigações e a SAD paga um juro fixo bruto de 5,25% ao ano.

O encaixe líquido da emissão passa a ser de 38,45 milhões de euros [38.446.770 euros].

Recorde-se que a oferta pública de subscrição dos títulos de dívida com maturidade até 2024 decorre até 6 de dezembro.

Esta nova emissão de dívida servirá para reembolsar o financiamento intercalar resultante de uma operação de titularização com a Sagasta Finance no valor de 26,7 milhões de euros.

Recomendadas

Morreu Fernando Gomes, ex-jogador do F. C. Porto

O antigo avançado internacional português Fernando Gomes, vencedor de duas Botas de Ouro e melhor marcador da história do FC Porto, morreu este sábado aos 66 anos.

Marcas vs Catar: o difícil equilibrismo das maiores marcas do mundo. Veja o “Jogo Económico”

Do equilibrismo de quem patrocina a prova à anti-campanha de quem está de fora, estes dias estão entregues a uma espécie de Mundial de marcas com desfecho imprevisível. Daniel Sá, especialista em marketing desportivo e diretor-executivo do IPAM e Henrique Tomé, analista da corretora XTB, são os convidados desta edição.

O Mundial de todas as contradições em análise. Veja o “Atlantic Connection”

Com apresentação de Giovanna Oliveira e José Carlos Lourinho, o Atlantic Connection é um programa produzido em parceria pela BM&C News e pelo Jornal Económico, que oferece uma perspectiva em português sobre os grandes temas da atualidade global.
Comentários