Startup Braga prepara novo Programa de Aceleração para 2022: as inscrições estão abertas até 31 de dezembro

Com início marcado para Fevereiro de 2022, o Programa de Aceleração da Startup Braga vai ser composto por dez bootcamps durante quatro meses.

Está oficializada aquela que será a sétima edição do Programa de Aceleração da Startup Braga, mais uma vez para «ajudar o desenvolvimento dos negócios» de empresas que tenham projectos ligados à «economia digital, tecnologias para a saúde, biotecnologia e nanotecnologia».

As candidaturas estão abertas até 31 de Dezembro e podem ser feitas aqui, com um critério principal: as equipas das startups que concorrerem têm de ter, pelo menos, uma pessoa efectiva.

Em 2022, a competição vai apostar mais na promoção de projectos além-fronteiras: «A dimensão internacional será reforçada pela ligação que estabelecemos através da Global StartupCities Initiative», revela Luís Rodrigues, director da Startup Braga.

Desta forma, os empreendedores que participarem ficam mais perto do «vasto leque de parceiros e investidores internacionais dos ecossistemas que integram esta rede com chancela da Comissão Europeia», explica o mesmo responsável.

Com início marcado para Fevereiro de 2022, o Programa de Aceleração da Startup Braga vai ser composto por dez bootcamps, durante quatro meses, em que as empresas seleccionadas ficam com acesso a mentoria e workshops para conseguirem «desenvolver e validar o modelo de negócio, criar um produto mais forte e chegar a mais mercados».

A Startup Braga lembra o facto de, ao longo dos últimos seis anos, ter dado apoio a mais de setenta empresas, entre as quais a Sword Health, a Nutrium, a ProdSmart, a PeekMed, a Hype Labs, a RUBYnanomed e a Advert.io.

PCGuia
Recomendadas

“Há interessados em criar Zonas Livres Tecnológicas para criptomoedas”, diz secretário de Estado da Digitalização

Mário Campolargo, em entrevista ao Jornal Económico, explica os objetivos do Governo em renovar a Estratégia de Blockchain e Web3 e garante que há interesse por parte de vários ‘players’ em testar moedas virtuais nos espaços livres de constrangimentos regulatórios.

Empresas reafirmam investimento contra riscos cibernéticos

A cibersegurança é uma prioridade para as empresas. O reforço do investimento na proteção de contra ataques mantém-se apesar da conjuntura atual marcada pela subida dos custos. 

Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.
Comentários