Startup Didimo recebe mais 6 milhões de euros para criar humanos digitais

A empresa fundada em 2016 desenvolveu uma tecnologia para organizações e consumidores que permite que as pessoas criem um “gémeo digital” com maior autenticidade. O novo financiamento é da Portugal Ventures, Farfetch UK Limited, Bynd Venture Capital, Beta-i e LC Ventures e Comissão Europeia.

A startup portuguesa Didimo tem novos investidores. A empresa tecnológica do Porto fechou uma ronda de investimento de 4,9 milhões de dólares (cerca de 4,6 milhões de euros) que contou com a participação da Portugal Ventures, Farfetch UK Limited, Bynd Venture Capital, Beta-i e LC Ventures.

Além deste valor, a Didimo alargou os seus cofres com o financiamento de 1,8 milhões de euros da Comissão Europeia, no âmbito do programa SME Instrument.

A startup fundada por Verónica Orvalho, que desenvolvimento de humanos digitais para empresas consumidores, pretende, com o capital levantado, aumentar a equipa de desenvolvimento de produto e expandir a sua presença mundial através de parcerias estratégias.

O objetivo é dar cada vez maior autenticidade às interações virtuais. Para criar um chamado “Didimo” [“gémeo”, em grego], os utilizadores precisam de carregar ou digitalizar uma fotografia sua no smartphone. A tecnologia cria personagens a três dimensões personalizadas, prontas para animar em 20 segundos.

“Hoje, num mundo baseado na Internet, temos mais oportunidades de nos conectar do que nunca. No entanto, quando a comunicação é intermediada pela tecnologia, muitas vezes perdemos a humanidade dessa ligação”, defende a fundadora e CEO da Didimo.

“Cada pessoa pode depois usar esta versão digital de si mesma para se conectar de forma inovadora com o que a rodeia, em áreas como jogos, compras e comunicação de realidade mista”, explica fonte da empresa, em comunicado divulgado esta quinta-feira.

Fundada em 2016, a Didimo tem 22 colaboradores distribuídos pelos escritórios do Porto, Vancouver e Londres e trabalha com multinacionais como a Sony, Amazon, CeekVR ou Farfetch. Em fase seed [“raiz”] a empresa reuniu, até ao momento, mais de 8 milhões de dólares (aproximadamente 7,2 milhões de euros) de financiamento.

Recomendadas

Implementação do Metro do Porto foi “processo de catequização”

O administrador dos Transportes Intermodais do Porto (TIP), Manuel Paulo Teixeira, disse à Lusa que a equipa que lançou o Metro do Porto, da qual fez parte, fez “um processo de catequização” para convencer pessoas, autarcas a instituições.

Amazon planeia gastar 95 milhões de euros por ano em publicidade no Twitter

Este valor faz parte da estratégia da retalhista online no regresso à publicidade na rede social agora liderada por Elon Musk, mas está ainda dependente de alguns “ajustes de segurança” na plataforma de anúncios do Twitter.

Comércio online representou 22% de todo o comércio na Black Friday

As compras por MB Way dispararam face a 2019, com uma subida de 1.730%, de acordo com os dados divulgados pelo Forward Payment Solutions (SIBS).
Comentários