Startup portuguesa ganha prémio internacional nos South Europe Startup Awards

Também a sua co-fundadora, Fabiana Clemente, foi distinguida na cerimónia. Com apenas dois anos de existência a empresa destaca-se pelo desenvolvimento de soluções de Inteligência Artificial (IA).

A startup portuguesa YData foi eleita ‘Best Newcomer’ e a sua co-fundadora, Fabiana Clemente, foi distinguida como ‘Founder of the Year’, nos South Europe Startup Awards 2021. A revelação foi feita pela própria empresa, num comunicado em que destaca que criou a primeira plataforma de preparação de dados que acelera o desenvolvimento de soluções de Inteligência Artificial (IA).

O South Europe Startup Award (SESA) é um prémio que faz parte da rede dos Global Startup Awards (GSA), que tem por objetivo distinguir e reconhecer os melhores intervenientes do ecossistema de startups no sul da Europa. Além de Portugal, a competição abrange outros sete países: Chipre, França, Grécia, Itália, Malta e Espanha.

A YData esteve entre os três finalistas para as categorias ‘Startup of the Year’ e ‘Best Newcomer’. Acabou por vencer este último, visto ser recente (dois anos de existência) e ser-lhe reconhecido potencial para ser escolhida como startup do ano no futuro.

O sócio fundador e CEO, Gonçalo Martins Ribeiro, reitera que “este prémio é uma distinção para Portugal e comprova, uma vez mais, que estamos na linha da frente tanto a nível tecnológico como de talento.”

Recomendadas

PremiumGestores bancários sem tarimba a gerir períodos inflacionários

Estudo sobre o sector bancário europeu feito pela consultora estratégica Oliver Wyman considera que as instituições financeiras podem não estar preparadas para os impactos do aumento da inflação e do abrandamento da economia na atividade.

Alojamento local em expansão no Douro ajuda a diversificar oferta turística

O alojamento local no Douro está em expansão e contribui para a diversificação da oferta turística neste território, existindo atualmente 714 unidades em atividade.

TAP nega acusação do sindicato dos pilotos e diz que gasta menos com alugueres face a 2018 e 2019

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) acusou, esta quarta-feira, a gestão da TAP de “desperdiçar” as receitas do verão com “milhões de erros” ao longo do ano, como a contratação externa de serviços.
Comentários