Stellantis anuncia investimento de 20 mil milhões de euros em novo software para conectar veículos

Carlos Tavares afirmou que a quarta maior construtora do mundo espera ter 34 milhões de veículos conectados nas estradas até 2030, contra os doze milhões que tem atualmente.

Carlos Tavares

A fabricante automóvel Stellantis, presidida pelo português Carlos Tavares, anunciou o lançamento de uma nova estratégia de software esta terça-feira, cujo objetivo é conectar todos os veículos para combater a rival Tesla. O investimento total da nova estratégia totaliza os 20 mil milhões de euros, segundo a “Reuters”.

Carlos Tavares afirmou que a quarta maior construtora do mundo espera ter 34 milhões de veículos conectados nas estradas até 2030, contra os doze milhões que tem atualmente.

Como parte do seu impulso no software, a Stellantis disse que a partir de 2024 iria criar três novas plataformas tecnológicas movidas por inteligência artificial (IA).

“Isto é algo que colocará a Stellantis entre os líderes, senão a líder, em software e eletrónica”, disse o diretor de software Yves Bonnefont, acrescentando que as plataformas se conseguirão equiparar ás das concorrentes.

Uma plataforma, de nome STLA Brain, fornecerá atualizações de software over-the-air (OTA), algo que a Tesla, por exemplo, já oferece. O software faz parte de um plano anunciado pela Stellantis este ano de investir mais de 30 mil milhões de euros até 2025 para executar a sua estratégia de transição para veículos elétricos.

Bonnefont disse que o grupo mudará os seus veículos das atuais arquiteturas eletrónicas dedicadas para uma plataforma de software aberta, alavancando parcerias. “Não queremos fazer tudo sozinhos”, disse o responsável.

A Stellantis tem parcerias estratégicas com empresas como a BMW, a fabricante do iPhone Foxconn e com a Alphabet (dona da Google), para permitir que “continue a impulsionar a inovação, a eficiência e o conhecimento compartilhado”, reforçou Bonnefont.

O diretor de software disse que a Stellantis está perto de finalizar uma joint venture com a Foxconn até ao final de 2021 para fornecer tecnologias automóveis e conectadas a toda a indústria.

Também esta terça-feira, a construtora liderado por Carlos Tavares também anunciou um acordo preliminar sobre uma parceria separada com a Foxconn para projetar semicondutores feitos sob medida para apoiar a montadora e outros clientes.

Recomendadas

Compras das festividades aconteceram mais cedo e serão maiores este ano, segundo a Meta

Alguns dos motivos que podem explicar este acontecimento é o facto de os consumidores estarem preocupados com a escassez de bens, antecipando a compra dos presentes desejados, enquanto as empresas com excesso de stock procuraram eliminá-lo com grandes descontos.

Woodside admite possibilidade de gasoduto do Greater Sunrise para Timor-Leste

A petrolífera australiana Woodside admitiu hoje que está a reconsiderar a possibilidade de um gasoduto dos campos do Greater Sunrise para a costa sul de Timor-Leste, no que representa uma viragem na posição da empresa.

Mais de 1.700 contactos de clientes bancários à rede de apoio RACE até setembro

A Rede de Apoio ao Cliente Bancário (RACE) recebeu, entre janeiro e setembro, 1.783 contactos de devedores com dificuldades em pagar créditos, registando desde julho um aumento dos processos PARI ou PERSI que acompanha, revelou a Direção-Geral do Consumidor.
Comentários