Stress tests. 39 bancos analisados. Nenhum é português

O Banco Central Europeu (BCE) publicou esta quinta-feira uma lista de 39 bancos de 10 países da Zona Euro que vão responder a testes de stress conduzidos pela instituição em 2016. Nenhum dos bancos portugueses consta da lista. A amostra proposta cobre 70% dos ativos do setor bancários na área do euro, segundo o BCE. Os resultados desta […]

O Banco Central Europeu (BCE) publicou esta quinta-feira uma lista de 39 bancos de 10 países da Zona Euro que vão responder a testes de stress conduzidos pela instituição em 2016. Nenhum dos bancos portugueses consta da lista.

A amostra proposta cobre 70% dos ativos do setor bancários na área do euro, segundo o BCE. Os resultados desta operação serão conhecidos no final de fevereiro de 2016.

Os stress tests serão realizados pela Autoridade Bancária Europeia (EBA), que coordenará a operação a um conjunto de 53 bancos da União Europeia, em cooperação com as autoridades nacionais e o BCE.

Segundo o BCE, a operação ajudará a perceber o nível de resiliência das instituições, “nomeadamente a sua capacidade para absorver choques e responder às necessidades de capital em condições macroeconómicas adversas”.

Entre os bancos visados estão, na Alemanha, o Deutsche Bank e o Commerzbank, em Espanha, o Banco Santander, o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria, o Banco Popular Espanhol e o Banco Sabadell, em França serão alvo dos testes o BNP Paribas e o Crédit Agricole, e na Grécia será o Banco Nacional da Grécia.

Fora da Zona euro, no Reino Unido, os testes serão aplicados no HSBC Holdings, no Barclays, no The Royal Bank of Scotland Group e no Lloyds Banking Group.

O BCE poderá ainda conduzir, em paralelo com esta operação, outros testes de stress a instituições que não constam da lista divulgada.

OJE

Recomendadas

Ex-ministro das Finanças do Luxemburgo vai liderar fundo de resgate da zona euro

Num comunicado hoje divulgado, o fundo de resgate do euro indica que “o Conselho de Governadores do Mecanismo Europeu de Estabilidade, que junta os 19 ministros das Finanças da moeda única, nomeou hoje o ex-ministro das finanças luxemburguês Pierre Gramegna para o cargo de diretor-executivo”, que ocupa a partir de 1 de dezembro.

PremiumInspeção tributária com mais informação sobre empresas

Acesso ao Registo do Beneficiário Efetivo será alargado para efeitos de inspeção tributária. Esta foi uma das alterações propostas pelo PS ao OE, a par nomeadamente da isenção do imposto de selo na renegociação do crédito da casa.

PremiumQuase metade da receita total de IRS é paga pelos 5% mais ricos

Metade dos contribuintes não paga IRS, por não ganhar o suficiente. Assim, cerca de 48% da receita vem dos 5% mais ricos.