PremiumSubida de inflação já está a contaminar as rendas de casa

A inflação está a contaminar bens e serviços que têm preços estáveis como educação, saúde e rendas, avisa o Banco de Portugal.

Margarida Grossinho

O Banco de Portugal (BdP) avisa que a subida dos preços no consumidor, que em maio atingiu os 8%, está a atingir todos os bens e serviços, incluindo aqueles segmentos que têm preços normalmente mais estáveis, como “alguns serviços de educação e saúde, as rendas e os restaurantes e cafés”. A entidade liderada por Mário Centeno reforça assim o alerta do Instituto Nacional de Estatística (INE) de que a renda da casa está 2,4% mais cara que há um ano .

A inflação mais elevada disparou em maio para um novo recorde desde 1993 e não atinge apenas os preços da energia e dos bens alimentares.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

“Não me choca que haja ajustamentos salariais que acompanhem a inflação”, diz Teixeira dos Santos

Na atual conjuntura, Teixeira dos Santos diz o Estado não pode corrigir o comportamento dos mercados. Sobre os salários, diz que não vê perigo em eventuais ajustamentos em linha com a inflação.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

NATO. Stoltenberg responsabiliza Putin pela crise alimentar global

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, responsabilizou esta quinta-feira a Rússia pela crise alimentar global por ter invadido a Ucrânia e assegurou o empenho dos aliados em encontrar soluções para retomar a exportação de cereais ucranianos.
Comentários