Substituta da McDonald’s na Rússia quer entrar no Cazaquistão

A cadeia de ‘fast food’ norte-americana saiu do Cazaquistão e a Vkusno & Tochka quer aproveitar a situação, tendo já pedido o licenciamento da sua marca.

EVGENIA NOVOZHENINA/REUTERS

A firma que substituiu a McDonald’s na Rússia quer levar o seu negócio para o Cazaquistão. A Vkusno & tochka pediu para registar a sua marca naquele país, depois de a cadeia norte-americana de fast food ter abandonado a sua operação no Cazaquistão no início do presente mês de janeiro, alegando problemas de reposição de stock, informou o governo cazaque, citado pela “Reuters”.

A empresa aproveitou a saída da McDonald’s da Rússia, pouco depois do início da invasão militar da Rússia à Ucrânia, em fevereiro de 2022. A marca foi revelada em junho do mesmo ano, antes de começar a operar em território russo e tem agora por objetivo fazer o mesmo num dos países vizinhos, o Cazaquistão.

De acordo com as fontes contactadas pela “Reuters”, a McDonald’s no Cazaquistão deixou de adquirir produtos a fornecedores russos, o que contribuiu para as dificuldades encontradas no que diz respeito à reposição de stocks.

Recomendadas

Premium“Vamos continuar a trabalhar as duas marcas em separado”

Neves e Almeida e CEGOC vão trabalhar em autonomia e com equipas de gestão próprias, mantendo a identidade de cada marca.

Moçambique/Ataques: TotalEnergies pede avaliação a especialista humanitário

A petrolífera quer saber se há condições para retomar o projeto de exploração de gás que estava a construir na região.

CP alerta para perturbações na circulação entre 8 e 17 de fevereiro devido a greves

A empresa indicou também que a informação será atualização, caso venham a ser definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral.
Comentários