SunEnergy abre quatro novas delegações e ultrapassa as 20 em 2022

A expansão da nossa rede pretende reforçar a nossa proximidade para com pessoas e empresas, de forma a responder ao aumento de procura que temos sentido nos últimos anos”, afirma Raul Santos, CEO da SunEnergy. “Com a abertura das novas delegações, acreditamos que reforçaremos também o nosso posicionamento enquanto marca de referência da energia solar em Portugal”, refere a empresa.

A SunEnergy, especialista em soluções de produção de energia elétrica a partir do sol, vai abrir quatro novas delegações até ao fim deste ano, em Castelo Branco, Montalegre, Viana do Castelo e Viseu, ultrapassando o objetivo de chegar às 20 delegações em 2022, revela o grupo.

Para o início de 2023, estão já previstas mais três aberturas. “Esta expansão sucede no âmbito da campanha ‘Vem Ligar Portugal ao Sol’, lançada em março, com o objetivo de expandir a presença da marca no território português, garantindo uma maior proximidade na relação com pessoas e empresas suas clientes”, acrescenta o comunicado.

Com estas aberturas, em Castelo Branco, Montalegre, Viana do Castelo e Viseu, “a SunEnergy chega a regiões nas quais ainda não estava presente, conseguindo desta forma ter uma cobertura cada vez maior do território nacional. No início de 2023, a SunEnergy contará com um total de 24 delegações, distribuídas em várias regiões do país, sendo que a sua expansão a nível nacional irá continuar”, refere.

“Os novos sete franchisados participaram, recentemente, numa formação inicial de uma semana composta por vários módulos e que os preparou para darem início ao seu projeto. A formação incidiu em diferentes áreas, como engenharia, operacional, comercial, gestão administrativa, qualidade e segurança, legal, entre outras”, diz ainda a empresa.

“Cada vez mais, os portugueses optam por soluções mais sustentáveis, pelo que o mercado das energias renováveis continua em crescimento, em particular o da energia solar. A expansão da nossa rede pretende reforçar a nossa proximidade para com pessoas e empresas, de forma a responder ao aumento de procura que temos sentido nos últimos anos”, afirma Raul Santos, CEO da SunEnergy. “Com a abertura das novas delegações, acreditamos que reforçaremos também o nosso posicionamento enquanto marca de referência da energia solar em Portugal”.

 

Recomendadas

PremiumContrato que prevê bónus milionário da CEO da TAP não é válido

JE revela contrato de Christine Ourmières-Widener: prevê exercício de funções até 2026 e bónus de até três milhões de euros. Mas não chegou a ser ratificado em AG da TAP.

PremiumLeia aqui o Jornal Económico desta semana

Esta sexta-feira está nas bancas de todo o país a edição semanal do Jornal Económico. Leia tudo na plataforma JE Leitor. Aproveite as nossas ofertas para assinar o JE e apoie o jornalismo independente.

Contrato da CEO da TAP: “Não é só falta de retificação, é falta de aprovação”

O advogado Rogério Alves reagiu à notícia avançada pelo Jornal Económico. O contrato de Christine Ourmières-Widener com a TAP não só não foi retificado em AG como não foi aprovado. “Isto politicamente tem um custo”, diz.
Comentários