Suspeito de ataque em Berlim morto em Itália

Ministro do Interior italiano confirma que tunisino Anis Amri, de 24 anos, foi morto em Milão.

O homem que se pensa ser o responsável pelo ataque em Berlim, Anis Amri, foi morto esta madrugada em Milão. Depois de um tiroteio num subúrbio da cidade italiana, a polícia acabou por abater o suspeito, segundo avança a Reuters. A identidade do homem foi confirmada através das impressões digitais que foram também encontradas dentro do veículo usado no ataque.

O ministro do Interior italiano Marco Minniti confirmou que o homem morto por volta das 3h da manhã (hora local) é “sem sombra de dúvida” o condutor do camião, numa conferência de imprensa em Roma. O ministro explicou ainda que Amri tinha sido abordado pela polícia italiana numa operação de rotina que estava a acontecer numa estação de comboios.

As autoridades germânicas tinham intensificado as buscas na passada quarta-feira depois de terem sido encontrados documentos de identificação dentro da cabine do camião. Os documentos que se pensa pertencerem ao autor do ataque levaram a polícia a procurar o tunisino de 24 anos, Anis Amri. No entanto, existiam até agora informações contraditórios sobre o eventual paradeiro do suspeito.

O camião conduzido por Anis Amri entrou por um mercado natalício em Berlim na passada segunda-feira matou 12 pessoas e fez mais de 50 feridos. O atentado foi reinvidicado pelo ISIS que afirmou que o responsável é um soldado do Daesh. O alvo seriam cidadãos de países que estão contra o Estado Islâmico.

Durante a manhã de hoje foram também detidos dois homens que se suspeita estarem a preparar um ataque terrorista a um centro comercial. Os dois irmãos do Kosovo, que têm 28 e 31 anos respetivamente, foram presos na cidade alemã de Duisburgo.

Relacionadas

Merkel sofre danos colaterais com ataque em Berlim

A um ano das eleições alemãs, atentado baralha previsões. Mortes causadas por refugiado estão a ser cavalgadas pela extrema-direita.

Porque falham as agências antiterroristas europeias?

“Há dez anos não se encontravam Kalashnikovs na Europa Ocidental”, afirmam os investigadores.

Dá-se 100 mil euros por informações sobre o suspeito do atentado na Alemanha

Jovem tunisino de 24 anos estava sinalizado como perigoso nas bases de dados das autoridades alemãs.

Ataques na Europa preocupam Trump

Presidente eleito dos EUA vai reunir com o seu futuro conselheiro para a Segurança Nacional, o tenente-general aposentado Michael Flynn, encontro que acontece no rescaldo de vários ataques no estrangeiro.
Recomendadas

Eleições do Brasil: Lula da Silva vota em eleição que pode definir o seu regresso ao Governo

Além de Lula da Silva e Bolsonaro, disputam as presidenciais brasileiras os candidatos Ciro Gomes, Simone Tebet, Luís Felipe D’Ávila, Soraya Tronicke, Eymael, Padre Kelmon, Leonardo Pericles, Sofia Manzano e Vera Lúcia.

Papa Francisco pede a Putin para parar a guerra e alerta para risco nuclear

Francisco sempre mostrou preocupação com a guerra na Ucrânia, chegando a ponderar uma viagem a este país, e agora decidiu dedicar o Angelus a refletir sobre este problema, algo que raramente acontece, sendo que a última vez que ocorreu em 2013 para pedir a paz na Síria.

Eleições do Brasil: Bolsonaro vota e garante que vencerá presidenciais na primeira volta

“A expectativa é de vitória hoje. Nesses 45 dias, fui praticamente em todos os estados do Brasil. Ontem, em Joinville, algo nunca visto no Brasil, tanta gente na rua. Eleições limpas, sem problema nenhum”, declarou.
Comentários