Suspeito de tiroteio em supermercado nos EUA é funcionário e suicidou-se

O suspeito autor do tiroteio que matou seis pessoas na terça-feira num supermercado no estado da Virgínia é um funcionário da loja que, posteriormente, cometeu suicídio no local, anunciou hoje a polícia norte-americana.

4 – Estados Unidos

“O suspeito morreu, pensamos, de um ferimento causado por um tiro autoinfligido”, disse numa conferência de imprensa Mark Solesky, chefe da polícia de Chesapeake, onde ocorreu o tiroteio e cujo motivo ainda é desconhecido.

Os disparos, efetuados com recurso a uma pistola, feriram ainda quatro pessoas, internadas em hospitais próximos, cujo estado de saúde ainda não foi divulgado.

Solesky declarou que as investigações estão a começar e que as forças de segurança ainda estão a analisar a cena do crime com a ajuda da polícia federal norte-americana (FBI, sigla em inglês).

A polícia recebeu uma primeira chamada de emergência às 22:12 de terça-feira, horário local (03:12 de quarta-feira em Lisboa) e os primeiros polícias entraram no supermercado da cadeia Walmart quatro minutos depois, nesta cidade localizada 240 quilómetros ao sul de Washington, de acordo com Solesky.

A situação foi declarada segura às 23:20 de terça-feira (04:20 de quarta-feira em Lisboa), após uma inspeção minuciosa da loja pelos agentes de segurança.

A loja, que ainda estava aberta na altura do incidente, estava cheia de clientes devido ao feriado do Dia de Ação de Graças, de acordo com os meios de comunicação locais.

“Estamos chocados com este trágico evento”, declarou hoje a empresa Walmart, a maior cadeia retalhista do mundo, na rede social Twitter.

“Nós estamos a chorar com a comunidade de Chesapeake nesta manhã”, disse hoje o governador da Virgínia, Glenn Youngkin, no Twitter.

A senadora da Virgínia, Louise Lucas, afirmou no Twitter que “não descansará até encontrar soluções para acabar com essa violência armada endémica que roubou tantas vidas” nos Estados Unidos.

Essa tragédia acontece quando os Estados Unidos preparam-se para celebrar o grande feriado familiar de Ação de Graças.

Há quatro dias, um outro tiroteio em Colorado Springs, no estado norte-americano do Colorado, deixou cinco mortos e pelo menos 18 feridos num estabelecimento noturno LGBT+. O clube comemorava naquela noite o Dia Internacional da Memória Transgénero, dedicado às vítimas de violência transfóbica.

Na Virgínia, há dez dias, três integrantes de um clube de futebol americano da Universidade da Virgínia (UVA) foram mortos por um ex-colega.

Os Estados Unidos são um cenário regular de assassínios em massa e outros tipos de violência armada. De acordo com o portal Gun Violence Archive, mais de 600 tiroteios em massa [com pelo menos quatro pessoas mortas ou feridas] ocorreram desde o início do ano.

No entanto, a questão do endurecimento da estrutura legal em torno de armas permanece politicamente sensível e o Congresso norte-americano não consegue chegar a um acordo nessa área.

Recomendadas

ONU em São Tomé elogia autoridades após ataque a quartel e pede que país seja “bom aluno”

Em entrevista à Lusa, Eric Overvest declarou que o escritório da ONU em São Tomé e Príncipe acompanhou, ao longo do dia, os acontecimentos, junto das autoridades, na sequência do assalto, por quatro homens, ao quartel militar, que o primeiro-ministro, Patrice Trovoada, classificou como “tentativa de golpe de Estado”.

PremiumJoe Biden arrisca teto para o preço do petróleo russo

A decisão não conseguiu consenso na União Europeia. Moscovo adverte que pode ser o primeiro passo para uma crise petrolífera sem precedentes. Com a Ucrânia às escuras e com frio, o Kremlin acha que a NATO já está a combater a Rússia.

Ex-ministro das Finanças do Luxemburgo vai liderar fundo de resgate da zona euro

Num comunicado hoje divulgado, o fundo de resgate do euro indica que “o Conselho de Governadores do Mecanismo Europeu de Estabilidade, que junta os 19 ministros das Finanças da moeda única, nomeou hoje o ex-ministro das finanças luxemburguês Pierre Gramegna para o cargo de diretor-executivo”, que ocupa a partir de 1 de dezembro.
Comentários