Sysmex investe no aumento da presença no mercado português

O grupo de origem nipónico especializado em diagnósticos e serviços de hematologia, quer aproveitar a retração dos investimentos de outras empresas para cimentar a sua posição no mercado nacional.

A Sysmex, empresa de origem nipónica especializada em tecnologia sanitária e em diagnósticos e serviços de hematologia, acaba de abrir oficialmente a sua filial em Portugal, embora a empresa esteja a operar no país há quase dois anos.

As novas instalações da Sysmex Portugal, localizadas na zona do Porto, em Matosinhos, vão permitir “uma maior proximidade com o mercado” e o “crescimento acima dos 10%” do volume de negócios do grupo, disse ao JE, em entrevista, Arndt Knestel, diretor-geral da Sysmex Espanha e Portugal. O grupo nipónico opera na Europa a partir de Hamburgo, com o negócio ibérico a contar com um elevado grau de autonomia. “Não queremos intermediários entre as nossas propostas e o mercado”, adiantou ainda, para explicar que a operação portuguesa irá colocar à disposição todo o portefólio de que é responsável.

Para Arndt Knestel, “Portugal é um desafio importante. Um dos nossos principais objetivos é fazer um diagnóstico mais preciso e mais rápido através dos dispositivos Sysmex e colocar a nossa tecnologia ao serviço dos profissionais e pacientes portugueses”.

O investimento da Sysmex numa altura em que muitas empresas estão em período de contenção dá-se precisamente porque “essa é sempre a melhor altura para investir”, referiu o diretor-geral. Aliás, o sistema de saúde nacional precisa de fortes investimentos em diversas áreas – numa altura em que, especificou, o orçamento para a saúde é, em absoluto, elevado, mas insuficiente em termos per capita.

O material colocado à disposição do mercado pela empresa permite, aliás, ir de encontro a um dos desígnios do sistema de saúde: “menos hospital, mais ambulatório, mais internamento em sistema caseiro”.

A Sysmex – cotada na bolsa de Tóquio – opera em mais de 190 países e regiões em todo o mundo e emprega mais de 9.500 pessoas. Conta com várias áreas de negócio: hematologia, ciências da vida, urinálise, investigação e indústria, cuidados primários, hemostasia e imunoquímica, cuidados de saúde essenciais e citometria de fluxo.

As vendas líquidas da empresa no final do exercício financeiro (terminado em março de 2022), foram de 2,79 mil milhões de euros, com a região EMEA (Europa, Médio Oriente e África) a representar 27,9% desse montante.

A subsidiária Sysmex Portugal foi fundada em dezembro de 2020. Até então, a marca e os produtos Sysmex tinham estado presentes no mercado português através de um distribuidor.

A Sysmex Portugal, a partir “dos nossos escritórios em Matosinhos e com uma presença a nível nacional”, apoiará os profissionais de saúde fornecendo produtos, soluções e serviços de diagnóstico médico.

A abertura oficial, atrasada devido à pandemia, contou com a presença de Shigeru Ushio, embaixador do Japão em Portugal, e Hisashi Ietsugu, presidente e CEO da Sysmex Corporation, entre outros membros da equipa de gestão tanto da Sysmex Corporation como da Sysmex Europe.

Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.
Comentários