Taiwan abate drone perto da costa chinesa pela primeira vez

Têm-se repetido as entradas de drones no espaço aéreo de Taiwan. Desta vez, o drone civil sobrevoou a Ilha do Leão, acabando por ser abatido a tiro. Continua o clima de tensão entre os dois países.

As forças militares taiwanesas abateram esta quinta-feira um drone que invadiu o seu espaço aéreo. Perto de um ilhéu situado junto à costa chinesa, Taiwan abriu fogo pela primeira vez sobre um drone civil, para o abater.

O comando da defesa de Kinmen (um conjunto de ilhas taiwanesas perto das cidades chinesas de Xiamen e Quanzhou) referiu, em comunicado, que o drone sobrevoou a Ilha do Leão logo após o meio dia, hora local (cinco horas da madrugada em Portugal).

Um acontecimento que surge na sequência de o governo daquele país ter deixado claro que iria tomar medidas mais firmes contra o aumento de intrusões como esta.

A tensão entre China e Taiwan aumentou com a visita da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos da América, Nanci Pelosi, a Taiwan, em agosto. Foi então que as forças chinesas iniciaram exercícios militares ao redor da ilha de Taiwan, que prosseguem até ao presente.

O governo de Taiwan disse que o sucedido não vai fazer escalar a situação, mas reiterou o  descontentamento por ter assistido recentemente a repetidos casos de drones a sobrevoarem ilhas taiwanesas próximas na costa chinesa.

Recomendadas

Itália. Encontrar ministros ‘aceitáveis’ pelo Presidente será desafio para Meloni

Vencedor das eleições de domingo à frente de uma coligação de direita e extrema-direita que poderá ter a maioria dos lugares parlamentares, o partido Irmãos de Itália “cresceu, mas a classe dominante permaneceu a mesma do que quando pesava 1%” dos votos, disse à Lusa Francesco Costa, diretor do site de notícias Il Post e especialista em política internacional.

Ex-governante dos EUA Mike Pompeo diz que acabou era da “cooperação cega” com China

“Se queremos um século XXI livre, não o século chinês, aquele com que [o Presidente da China] Xi Jinping sonha, o velho paradigma da cooperação cega deve acabar”, afirmou, num fórum económico em Kaohsiung.

União Europeia e NATO concordam emitir nova declaração conjunta

Num encontro mantido ontem, Ursula von der Leyen e Jens Stoltenberg falaram sobre a agressão russa contra a Ucrânia e sobre o aumento do apoio a este país, para além da cooperação entre Bruxelas e a aliança atlântica, de acordo com o que partilharam nas suas redes sociais.
Comentários