Talent Protocol compra empresa canadiana ligada à blockchain

A escolha recaiu sobre a Agora Labs, fundada por um grupo de quatro adolescentes. Matthew Espinoza (agora com 20 anos) e Freeman Zhang (de 19 anos) juntam-se à equipa da startup portuguesa dos ‘tokens’ para profissionais talentosos.

Talent Protocol

A startup portuguesa Talent Protocol, que opera no negócio das aplicações descentralizadas (Web3), anunciou esta quinta-feira que adquiriu a empresa canadiana Agora Labs, uma plataforma de tokens sociais construção de “comunidades” ligadas à tecnologia blockchain. A aquisição, cujo valor não foi revelado, inclui a inclusão dos recursos humanos e tecnológicos da Agora Labs na Talent Protocol.

Assim, dois dos fundadores da Agora Labs, Matthew Espinoza (20 anos) e Freeman Zhang (19 anos), passam a fazer parte do grupo com sede em Lisboa. A operação de aquisição acontece depois de os caminhos das duas empresas se terem cruzado no início deste ano, segundo a informação transmitida por Pedro Oliveira, CEO e cofundador da Talent Protocol, em comunicado enviado à imprensa.

A Agora Labs foi fundada há pouco tempo, em 2021, por quatro jovens adultos com boas ideias (Matthew Espinoza, Freeman Zhang, Jerry Di e Charles Nyabeze), que ainda em adolescentes decidiram avançar nas suas carreiras com a criação de uma empresa própria de Web3, com as ferramentas e as infraestrutura digitais necessárias para a expansão deste mundo virtual.

“O mundo do talento está a mudar, mas as redes profissionais atuais têm décadas de existência. A maioria são espaços desajustados, incapazes de representar a próxima geração de builders [“construtores”] apoiá-los no seu crescimento profissional”, começa por explicar Filipe Macedo. “A Agora Labs dedicou-se também a desbloquear oportunidades Web3 para esses mesmos builders e criadores e é por isso que fez todo o sentido unirmo-nos e, mesmo tempo, apoiamos as carreiras dos seus fundadores de alto potencial”, detalha o empreendedor português.

“Desde o primeiro dia é claro para nós que a Talent Protocol seria a empresa ideal para fazer a aquisição. Desde o início das nossas conversações até ao momento de assinarmos o acordo, toda a equipa teve sempre em conta os nossos interesses enquanto equipa, além de nos identificarmos totalmente com a sua missão e cultura”, afirma Matthew Espinoza, cofundador da Agora Labs.

A Talent Protocol também nasceu no ano passado, mais precisamente no Dia do Trabalhador, com o objetivo de “empoderar” profissionais de alto potencial relacionados com o sector tecnológico ou com uma mente empreendedora e curiosidade em explorar a Web3. Na prática, é uma rede social na qual as pessoas são “pontuadas” com tokens, teoricamente, com base no seu perfil enquanto recurso humano. Hoje, tem mais de 150 mil utilizadores.

“O espaço Web3 baseia-se na comunidade e na colaboração. Vemos a integração dos ativos da Agora e dos membros da sua equipa como uma forma de alcançar sucesso coletivo para todos os envolvidos”, comentou ainda Filipe Macedo, cofundador e diretor de Marketing da Talent Protocol.

PremiumTalent Protocol, a startup que atrai milhões e muito ceticismo

Recomendadas

Bosch procura 100 profissionais para centro de desenvolvimento de software para airbags e travões em Braga

“A partir de Braga, vamos contribuir para o objetivo de continuar a salvar vidas, tornando a condução mais segura e confortável”, explica Carlos Ribas, representante da Bosch em Portugal. ‘Recruitment days’ vão decorrer em Braga nos dias 13 e 14 de janeiro.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

“Taxa Amazon”. Barcelona prepara-se para taxar empresas de entregas

A cidade espanhola deverá aplicar uma taxa às empresas que circulem no espaço público para entregar encomendas online. Medida abrange empresas com mais de um milhão de euros em receitas anuais e deverá encaixar cerca de 3 milhões nos cofres da autarquia.
Comentários