TAP. CDS ameaça recorrer à comissão de acesso a documentos para Parlamento ter acesso a plano de reestruturação

Pedro Nuno Santos não quer entregar o plano porque faz um “strip tease” da TAP, contendo informação sensível, mas CDS ameaça recorrer à CADA para o Parlamento obter o documento.

João Gonçalves Pereira

O CDS ameaçou hoje recorrer à Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos (CADA) para que o Parlamento tenha acesso ao plano de reestruturação da TAP.

“Pedimos o plano de reestruturação, porque é uma responsabilidade do parlamento fiscalizar a atividade do Governo. Porque quem aprovou o plano foi o Governo e cabe ao parlamento fiscalizar a atividade do Governo”, disse hoje o deputado João Gonçalves Pereira.

“É responsabilidade do parlamento analisar esse plano e a reestruturação. O próprio Parlamento, caso o governo não envie, tem sempre um recurso que é recorrer à CADA. E vamos ver se o Governo e o ministro dão ou não esse mesmo plano”, segundo o centrista.

A CADA descreve-se como uma “entidade administrativa independente, que funciona junto da Assembleia da República e tem como fim zelar pelo cumprimento das disposições legais referentes ao acesso à informação administrativa”. Depois de apreciadas as queixas, a CADA emite um parecer sobre o acesso aos documentos administrativos.

“E vamos ver se o Governo e o ministro dão ou não esse mesmo plano. Gostaria que tão breve quanto possível pudesse enviar para o Parlamento para podermos ter conhecimento”, afirmou João Gonçalves Pereira esta terça-feira na comissão parlamentar de economia.

Também o PSD criticou hoje o Governo por não revelar ao Parlamento o documento que foi entregue na Comissão Europeia a 10 de dezembro.

“Queria indagar se o ministro fez chegar a comissão de economia o plano de reestruturação da TAP. Creio que seria da maior importância porque hoje seria apresentado ao Parlamento o anteprojeto de reestruturação da TAP, e até agora a comissão não tem conhecimento dessa matéria”, disse o deputado social-democrata.

Cristóvão Norte também criticou o facto de Pedro Nuno Santos ter prescindido do seu direito de fazer uma intervenção de 10 minutos no início da audição.

“E faço também notar a circunstância do ministro, que tem a prerrogativa de usar 10 minutos para apresentar as linhas gerais desse plano, não o ter feito, abdicando dessa intervenção”, criticou o social-democrata.

Pedro Nuno Santos está hoje a ser ouvido na comissão parlamentar de economia sobre o plano de reestruturação da TAP, a requerimento do Bloco de Esquerda. O documento foi entregue na Comissão Europeia a 10 de dezembro.

Em resposta, o ministro das Infraestruturas disse que o parlamento português teve mais informação sobre o plano mesmo antes de ser entregue à Comissão Europeia.

Pedro Nuno Santos afirmou que já foram comunicados aos deputados os pontos mais relevantes do plano, e que o mesmo não pode ser revelado na íntegra por conter “matéria da máxima sensibilidade para a TAP e para todos os seus concorrentes”.

“O plano faz um strip tease da companhia, escalpelização e estratégia comercial”, acrescentou.

Entretanto, durante a audição, O PSD entregou um requerimento na mesa da Comissão de Economia para obter acesso ao plano. “”É imprescindível que o parlamento não fique privado dos seus mecanismos de acompanhamento e fiscalização. É inacreditável que o ministro venha ao parlamento e se permita a ousadia de se dirigir aos deputados numa audição sobre o plano sem dar a conhecer à Assembleia mais do que ‘slides’ que foram apresentadas nas reuniões dos grupos parlamentares”, segundo o requerimento dos sociais-democratas citado pela agência Lusa.

 

Relacionadas

TAP. Ministro diz que salário dos tripulantes é entre 2% a 90% mais alto face aos pagos na Air France, British Airways ou Iberia

Pedro Nuno Santos apontou que a TAP tem mais 19,5% de pilotos e 28% de tripulantes face a duas das suas principais concorrentes: Iberia e Air Europa.

Governo diz que TAP deve continuar a ser “líder na ligação da Europa ao Brasil” e manter crescimento para os Estados Unidos

O ministro das Infraestruturas voltou a defender a aposta na Portugália e no reforço da sua frota, cujos aviões são mais pequenos face aos da TAP.
TAP Portugal

TAP. PSD critica Governo por não entregar plano de reestruturação no Parlamento

O deputado Cristóvão Norte criticou hoje Pedro Nuno Santos por não revelar o documento aos deputados da comissão de economia. Em resposta, o ministro disse que o plano contém “matéria da máxima sensibilidade para a TAP e para todos os seus concorrentes”.

Frasquilho: Plano de reestruturação da TAP é a “condição para salvar sete mil postos de trabalho”

Em entrevista à TVI 24, o chairman da companhia aérea espera que a Comissão Europeia conclua a sua avaliação no primeiro trimestre de 2021. O grupo TAP contava com quase 11 mil trabalhadores no final de 2019.
TAP Portugal

TAP. Sindicato quer saber qual a redução de custos prevista para as “negociatas dos leasings”

SITAVA aponta que os custos com o pessoal “são apenas uma parcela e nem sequer a maior” e quer saber o que pretende o conselho de administração e o Governo fazer em relação às “negociatas dos leasings, dos combustíveis, das taxas e comissões, dos fornecimentos externos e tantos outros”.

Pedro Nuno Santos admite que pilotos despedidos da TAP possam vir a ser contratados pela Portugália

“A Portugália vai contratar, não podem haver passagens diretas, mas vamos ver se do ponto de vista legal é possível privilegiar a experiência na TAP”, adiantou Pedro Nuno Santos, no programa Conversa Capital.
Recomendadas

Governo enaltece sucesso de empresas portuguesas de construção no mercado dos EUA

Em declarações à Lusa no Seminário Anual da Rede de Empreendedores da Construção (CENSE, na sigla em inglês), na cidade norte-americana de Newark, o secretário de Estado da Internacionalização saudou a presença de dezenas de empresas luso-americanas no evento, realçando que muitas viajaram de propósito de Portugal para ali explorarem oportunidades de negócio.

Alemanha reitera apoio a gasoduto nos Pirinéus e diz que França não excluiu projeto

O chanceler alemão destacou que este projeto tem uma perspetiva de longo prazo e que, para além do transporte de gás no imediato, servirá para fornecer outras energias, como hidrogénio, no futuro.

“Nova atitude da TAP perante os gastos terá de abranger também os pilotos”, desafia SPAC

Sindicato dos Pilotos diz que “enquanto uns têm cortes brutais no seus vencimentos” e ainda há “processos de despedimento em curso”, renova-se o parque automóvel dos cargos de direção “com 79 viaturas”.
Comentários