TAP: Lucros superiores a 140 milhões “não têm correspondência com as projeções existentes”

A companhia aérea veio em comunicado dizer que o valor avançado pelo “Correio da Manhã” não corresponde às “projeções” da empresa e adianta que os resultados relativos a 2022 ainda não estão determinados.

A TAP veio hoje em comunicado ao mercado esclarecer que o valor dos lucros superior a 140 milhões de euros, avançado pelo “Correio da Manhã”, “não têm correspondência com as projeções existentes” e diz que os resultados do exercício de 2022 ainda não estão determinados.

“Em face das notícias que têm vindo a circular em vários órgãos de comunicação social relativamente ao valor dos lucros da Transportes Aéreos Portugueses no exercício que acabou a 31 de dezembro de 2022, veio a TAP esclarecer que na presente data estão ainda em curso os trabalhos de elaboração das demonstrações financeiras e demais documentos de prestação de contas relativos ao exercício findo a 31 de dezembro de 2022”, refere o comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Por conseguinte, “ainda se encontra na presente data por determinar o resultado do exercício de 2022”.

“Não obstante serem públicas as perspectivas de a TAP ter alcançado no ano passado uma das maiores receitas da sua história e de terem sido divulgados os resultados do primeiro semestre e do primeiro, segundo e terceiro trimestres de 2022, os valores avançados nos órgãos de comunicação social relativamente aos lucros da TAP no exercício findo a 31 de dezembro de 2022 não têm correspondência com as projeções existentes”; refere o comunicado da companhia.

A TAP conclui dizendo que “estima-se que as contas anuais estejam finalizadas em março de 2023, sendo que nesse momento a TAP assegurará a sua divulgação ao mercado através dos canais próprios, designadamente através do sistema de difusão de informação da CMVM e através do site da companhia aérea”.

Recomendadas

Compra da Activision pela Microsoft levanta dúvidas ao regulador britânico

O regulador britânico publicou esta quarta-feira a sua decisão provisória sobre a compra da Activision pela Microsoft, avança a “CNBC”, afirmando que a aquisição pode resultar em preços mais elevados, menos opções e menos inovação.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Grandes petrolíferas dobraram lucros e atingem recorde

Lucros e dividendos a atingirem novos recordes, dívida a reduzir e investimento a aumentar. Grandes petrolíferas ocidentais registaram um bom ano de 2022.
Comentários