TAP eleita companhia aérea líder mundial para África e América do Sul

A TAP foi eleita nos World Travel Awards e nos Global Traveler Award.

A TAP que tem sido fustigada pelas várias notícias sobre a sua situação financeira fruto da pandemia, recebeu quatro importantes prémios internacionais.

Na 28ª edição dos World Travel Awards, foi escolhida como “Companhia aérea líder mundial para África” e “Companhia aérea líder mundial para a América do Sul”.

Já na gala dos “18th Annual GT Tested Reader Survey Awards”, que se realizou no The Peninsula Hotel, de Beverly Hills, a TAP foi reconhecida pelos leitores da revista Global Traveler como “Melhor companhia aérea Transatlântica” e “Melhor Companhia Aérea na Europa”.

Também a Star Alliance, da qual a TAP é membro, foi eleita  aliança de companhias aéreas líder mundial.

“Os World Travel Awards de Líder Mundial entregues à TAP reconhecem a renovação por que a companhia está a passar e o empenho das suas equipas e tripulações na melhoria da experiência de viagem dos seus passageiros”, diz a companhia aérea.

Os World Travel Awards são atribuídos desde 1993 e foram instituídos com o objetivo de reconhecer, premiar e celebrar a excelência em todos os setores de atividade da indústria global de viagens e turismo.

“Nomeada entre algumas das mais reconhecidas transportadoras aéreas, a eleição da TAP foi feita através de um processo de votação online de profissionais da área de Turismo e Viagens na sua maioria, designadamente agentes de viagens, operadores e organizações de turismo, oriundos de mais de 100 países, bem como pelo público em geral”.

A Global Traveler realizou o seu GT Tested Reader Survey pelo 18º ano consecutivo, pedindo aos viajantes de luxo frequentes para nomear os melhores numa variedade de categorias relacionadas com viagens, com mais de 22 mil leitores a responder.

O inquérito distingue companhias aéreas, hotéis, programas de fidelização e produtos relacionados com viagens, em mais de 80 categorias.

O ministro das Finanças de Portugal, João Leão, disse esta quinta-feira à Reuters que está confiante que a Comissão Europeia aprovará o plano de reestruturação de 3.200 milhões de euros para a companhia aérea em dificuldades TAP até ao Natal.

 

Recomendadas

PremiumOaktree, Cerberus e Vanguard na corrida à VIC Properties

A Alantra vai receber esta sexta-feira as propostas não vinculativas para a compra dos ativos da VIC Properties. A Vanguard deverá avançar para o Pinheirinho. Oaktree e Cerberus entre os interessados.

Marcas vs Catar: o difícil equilibrismo das maiores marcas do mundo. Veja o “Jogo Económico”

Do equilibrismo de quem patrocina a prova à anti-campanha de quem está de fora, estes dias estão entregues a uma espécie de Mundial de marcas com desfecho imprevisível. Daniel Sá, especialista em marketing desportivo e diretor-executivo do IPAM e Henrique Tomé, analista da corretora XTB, são os convidados desta edição.

Sete bancos lucraram dois mil milhões até setembro, mais 71% do que no período homólogo

Os lucros dos sete maiores bancos – Caixa Geral de Depósitos, BCP, Novobanco, Santander Totta, BPI, Crédito Agrícola e Banco Montepio somam 2.006,3 milhões de euros até setembro deste ano, o que compara com um valor de 1.172 milhões nos nove meses do ano passado. O que significa que os lucros dos sete bancos cresceram 71,2%.
Comentários