TAP. Fernando Pinto reconduzido e Humberto Pedrosa lidera CA

Fernando Pinto vai continuar a presidir à comissão executiva da TAP, enquanto o empresário português Humberto Pedrosa lidera o conselho de administração.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Os novos donos da TAP informaram sobre a nova composição do conselho de administração e da comissão Executiva do grupo TAP (TAP, SGPS) e do negócio da aviação (TAP, SA), que têm liderança comum para o triénio 2015-2017, de acordo com informação avançada pela Lusa.

Humberto Pedrosa, líder do consórcio Gateway, que desde quinta-feira detém 61% do capital do grupo, assume o cargo de presidente do conselho de administração do grupo TAP e da TAP SA, enquanto o sócio David Neeleman fica como vogal do conselho de administração do grupo e da transportadora.

Fernando Pinto, que chegou à TAP há 15 anos para conduzir o processo de privatização da transportadora, mantém-se presidente executivo do grupo e da companhia aérea.

O novo conselho de administração tem 11 administradores: cinco nomeados por Humberto Pedrosa, quatro atribuídos pelo empresário norte-americano David Neeleman e dois indicados pelo Estado português.

Já o conselho de administração do negócio da aviação é composto por cinco elementos, com Humberto Pedrosa na presidência, David Neeleman vogal; enquanto Fernando Pinto assume a presidência executiva, com David Pedrosa (filho de Humberto Pedrosa) e Maximilian Otto Urbahn como vogais.

OJE

Recomendadas

AdC acusa Cabelte, Quintas e Quintas e Solidal de cartel em contratação pública lançada pela REN

AdC acusa as empresas fornecedoras de cabos de Muito Alta Tensão de acordo anticoncorrencial em procedimentos de contratação pública, num concurso lançado pela REN.

Ibersol com lucros de 14,6 milhões de euros até setembro

A Ibersol registou nos primeiros nove meses deste ano lucros consolidados de 14,6 milhões de euros, que comparam com prejuízos de mais de 20 milhões de euros no período homólogo.

Greve na CP e IP suprimiu 701 comboios até às 18h00

A greve dos trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) levou à supressão de 701 comboios da CP entre as 00h00 e as 18h00.