TAP. Greve dos tripulantes irá cancelar 1.316 voos com impacto de 48 milhões de euros

A TAP anunciou hoje que a greve dos tripulantes, prevista para o período entre 25 e 31 de janeiro, levará ao cancelamento de 1.316 voos e gerar um impacto direto de 48 milhões de euros, segundo um comunicado.

“Com esta nova paralisação serão cancelados 1.316 voos e afetados 156 mil passageiros, o que representa um custo total direto estimado de 48 milhões de euros (29,3 milhões em receitas perdidas e 18,7 milhões em indemnizações aos passageiros)”, destacou a TAP.

A transportadora prevê ainda “perdas de 20 milhões adicionais devido ao impacto potencial nas vendas para outros dias e à sub-optimização de outros voos, com passageiros reacomodados”.

Os associados do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) rejeitaram hoje, em assembleia-geral, a proposta da TAP e decidiram manter o pré-aviso de greve entre os dias 25 e 31 de janeiro, segundo fonte oficial.

Recomendadas

Uso de tecnologias emergentes vai ditar comportamento dos consumidores em 2023

O relatório da empresa Accenture concluiu que os consumidores estão a ganhar cada vez mais acesso a tecnologias emergentes e recomendam que as empresas ajustem os seus modelos de negócio para responderem às alterações de comportamento dos seus clientes.

Preços dos seguros aumentaram em média 4% no quarto trimestre, diz Marsh

António Morna, Diretor de Placement da Marsh Portugal, considera que “após um 2022 desafiante” vamos “enfrentar um ambiente operacional difícil em 2023”.

Bónus ilegal à CEO da TAP. PSD diz que “tem que haver consequências políticas”

“Temos que apurar realmente o que aconteceu e está a acontecer na TAP. Quando falamos na gestão da TAP é preciso perceber onde estava o acionista Estado? Como foi possível atirar 3,2 mil milhões de euros para a TAP?”, questionou-se o deputado social-democrata.
Comentários