TAP. Presidente do CDS questiona Comissão Europeia sobre viabilidade pós-restruturação

Nuno Melo pede que a Comissão Europeia disponibilize o relatório do plano de restruturação da TAP. Recorda Bruxelas que a companhia aérea já custou aos contribuintes portugueses 3,2 mil milhões de euros e sinaliza que é “importante que se torne público o cumprimento do plano de recuperação”.

O presidente do CDS-PP, Nuno Melo, questionou formalmente a Comissão Europeia sobre a restruturação da TAP. Numa carta, Nuno Melo questiona Bruxelas sobre o plano de restruturação da companhia aérea de bandeira nacional e se tem acompanhado a mesma em relação à viabilidade da empresa no futuro.

Nuno Melo lembra a Comissão que “a TAP já custou aos contribuintes portugueses 3,2 mil milhões de euros”, apontando que é “importante que se torne público o cumprimento do plano de recuperação”.

Diretamente, o presidente do CDS questiona: “Tem acompanhado a restruturação da TAP, no que respeita à sua viabilidade futura?”.

O líder centrista pede ainda que a Comissão “disponibilize o acesso ao relatório do plano de restruturação da companhia aérea”, uma vez que têm sido tornados públicos vários casos que apontam para direções distintas.

Na carta, na qual pediu que uma resposta por escrito, o presidente do CDS lembra que Portugal notificou a entidade, a 10 de junho de 2021, “um auxílio à restruturação, com o objetivo de financiar um plano de reestruturação do grupo TAP através da TAP Air Portugal”. Sendo que a 21 de dezembro do mesmo ano, a Comissão Europeia “concluiu que o auxílio à reestruturação estava em conformidade com as regras da UE, tendo aprovado o referido plano proposto”.

Recomendadas

Parlamento debate hoje apreciações parlamentares sobre novo estatuto do SNS

O PSD propõe também que sejam criados “verdadeiros incentivos para os médicos de família terem a motivação necessária para ficarem no SNS, e possivelmente até atrair médicos que o SNS foi perdendo ao longo dos últimos anos, para procurar responder à questão da falta de médicos de família”.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quarta-feira

Pedro Nuno Santos prolonga suspensão do mandato; Fecho do ano traz otimismo mas famílias vão continuar a sofrer; Imposto fez baixar 38% a venda das bebidas mais açucaradas.

Governo promete para abril medidas para dar força ao turismo no interior

O Governo pretende apresentar, em abril, a agenda para o Turismo no Interior, com medidas que “permitam dar força” a este setor e atraiam mais turistas nacionais e estrangeiros ao interior de Portugal.
Comentários