TAP. PSD critica Governo por não entregar plano de reestruturação no Parlamento

O deputado Cristóvão Norte criticou hoje Pedro Nuno Santos por não revelar o documento aos deputados da comissão de economia. Em resposta, o ministro disse que o plano contém “matéria da máxima sensibilidade para a TAP e para todos os seus concorrentes”.

TAP Portugal

O PSD criticou hoje o Governo por não ter entregue o plano de reestruturação da TAP no Parlamento, que foi enviado para a Comissão Europeia na semana passada.

Ainda antes da audição do ministro das Infraestruturas arrancar esta quarta-feira, o deputado Cristóvão Norte criticou Pedro Nuno Santos por não ter feito chegar o documento à Assembleia da República.

“Queria indagar se o ministro fez chegar a comissão de economia o plano de reestruturação da TAP. Creio que seria da maior importância porque hoje seria apresentado ao Parlamento o anteprojeto de reestruturação da TAP, e até agora a comissão não tem conhecimento dessa matéria”, disse o deputado social-democrata.

Cristóvão Norte também criticou o facto de Pedro Nuno Santos ter prescindido do seu direito de fazer uma intervenção de 10 minutos no início da audição.

“E faço também notar a circunstância do ministro, que tem a prerrogativa de usar 10 minutos para apresentar as linhas gerais desse plano, não o ter feito, abdicando dessa intervenção”, criticou o social-democrata.

Pedro Nuno Santos está hoje a ser ouvido na comissão parlamentar de economia sobre o plano de reestruturação da TAP, a requerimento do Bloco de Esquerda. O documento foi entregue na Comissão Europeia a 10 de dezembro.

Em resposta, o ministro das Infraestruturas disse que o parlamento português teve mais informação sobre o plano mesmo antes de ser entregue à Comissão Europeia.

Pedro Nuno Santos afirmou que já foram comunicados aos deputados os pontos mais relevantes do plano, e que o mesmo não pode ser revelado na íntegra por conter “matéria da máxima sensibilidade para a TAP e para todos os seus concorrentes”.

Recomendadas

Governo diz que concurso internacional para SIRESP permitiu economizar 30% da despesa prevista

As empresas vencedoras do concurso público internacional foram a Motorola, NOS, OMTEL, No Limits, Moreme e Altice Labs.

“É importante pensar na estratégia do que se quer para a TAP”, refere administrador da Vila Galé

Gonçalo Rebelo de Almeida considera que é necessário perceber se Portugal quer transformar a TAP numa companhia mais pequena só a Europa ou se o país quer continuar a apostar no seu crescimento.
TAP

Finanças desconheciam bónus de três milhões acordado com CEO da TAP

O antigo ministro João Leão não teve conhecimento do montante do bónus da CEO da TAP que consta do contrato assinado a 8 de junho de 2021.
Comentários