TAP regista melhor novembro de sempre ao transportar 1,25 milhões de passageiros

A companhia aérea nacional teve um aumento no número de passageiros de 11,5% comparativamente a novembro de 2018.

A TAP Air Portugal teve o melhor novembro de sempre em número de passageiros transportados. No mês passado, companhia aérea nacional teve a bordo dos seus aviões 1,25 milhões de viajantes, o que significa um aumento de 11,5% (mais 129 mil) comparativamente ao mesmo período de 2018.

No acumulado dos 11 primeiros meses deste ano, a transportadora aérea portuguesa transportou 15,8 milhões de passageiros, mais 1,1 milhões em termos homólogos, o que perfaz um crescimento de 7,7%. Ou seja, só até novembro voou o mesmo número de pessoas do que em todo o ano de 2018, sendo que dezembro tende a ser um dos mais fortes do ano em termos de procura.

A TAP informou esta sexta-feira que se destaca a subida de 53% nas rotas da América do Norte, a continuação da recuperação no Brasil (com mais 2% de passageiros) e os mais 63 mil passageiros nas rotas europeias (excluindo Portugal), que geraram um acréscimo de 9% face ao mesmo período do ano passado.

Neste momento, a taxa de ocupação dos voos em 2019 é de 80,5%. “Em novembro, o RPK (passageiros x quilómetros voados) da TAP cresceu 15,7%, enquanto o ASK (lugares x quilómetros voados) teve um incremento de 12,5%, o que possibilitou uma melhoria da taxa de ocupação dos voos (load factor) de 2,1%, para 76,4%, face ao mês homólogo de 2018”, refere a empresa.

A TAP tem uma rede que cobre 90 destinos em 36 países, operando, em média, cerca de 3 mil voos semanais e dispondo de uma frota de 106 aeronaves (85 aviões Airbus e 21 ao serviço da TAP Express, a marca comercial da companhia para a sua rede regional). De janeiro a setembro deste ano, a companhia aérea reportou prejuízos de 111 milhões de euros por causa de “variações cambiais”.

Recomendadas

Bancos sujeitos a coimas até 1,5 milhões se não aplicarem diploma do Governo para crédito à habitação

Está já em vigor, a partir deste sábado, o diploma que estabelece medidas destinadas a mitigar os efeitos do incremento dos indexantes de referência de contratos de crédito para aquisição ou construção de habitação própria permanente. Bancos têm 45 dias a partir de hoje para aplicar as medidas.

Ministra da Justiça diz que é preciso melhorar condições dos processos de recuperação de empresas

“A melhoria das condições de processos de recuperação [de empresas], sobretudo em períodos de insolvência e de dúvida, como o que atravessamos, é um desafio, mas um desafio que temos de concretizar”, afirmou Catarina Sarmento e Castro.

Restaurantes da AHRESP vão assegurar alimentação dos peregrinos da Jornada Mundial da Juventude

A AHRESP vai apoiar a Fundação na “definição das regras de funcionamento da rede de restaurantes e similares que irão assegurar o fornecimento de refeições para os participantes da Jornada Mundial da Juventude e contactar restaurantes e similares para promover a sua adesão à rede, bem como promover o uso do Guia de Boas Práticas da Restauração e Bebidas junto da rede”, lê-se no comunicado.  
Comentários