Pedro Nuno Santos

Apagado o fogo na secretaria de Estado do Tesouro e sendo o Estado o único acionista da TAP e a companhia aérea tutelada pelo Ministério das Infraestruturas, as atenções viraram-se para o ministro, sobretudo depois de Fernando Medina ter sublinhado que não sabia do montante atribuído de indemnização à agora ex-secretária de Estado. E se em julho deste ano, António Costa e Pedro Nuno Santos resolveram o diferendo face à escolha do novo aeroporto, desta vez o ministro não esperou por uma manifestação de confiança do primeiro-ministro. Com Pedro Nuno Santos caiu também o secretário de Estado das Infraestruturas, Hugo Santos Mendes.

Recomendadas
Comentários