Taxa de emprego na UE cresceu 0,3 pontos percentuais no segundo trimestre

Portugal foi um dos poucos Estados-membros onde a taxa reduziu, neste caso 0,1 p.p., face ao primeiro trimestre, de acordo com os dados divulgados pelo Eurostat.

A taxa de emprego da União Europeia (UE) nas pessoas entre os 20 e os 64 anos foi de 74,8% no segundo trimestre, representando um crescimento de 0,3 pontos percentuais (p.p.) face ao primeiro trimestre, segundo dados divulgados pelo Eurostat esta quarta-feira.

Em simultâneo, a folga do mercado de trabalho , que contabiliza todas as pessoas que procuraram emprego sem sucesso, caiu para 11,5% depois do registo de 11,9% no primeiro semestre, o que significa uma redução de 0,4 p.p..

Segundo o comunicado, a taxa de emprego cresceu em 20 Estados-membros da UE, ao passo que, em Portugal, se verificou uma variação de -0,1 p.p.. As maiores reduções tiveram lugar na Croácia e na Bélgica (ambas -0,5 p.p.), seguidas pelo Luxemburgo (-0,2 p.p.).

No segundo trimestre de 2022, as maiores subidas na taxa de emprego foram registadas na Lituânia (+1,6 p.p.), Letónia (0,9 p.p.), assim como Irlanda e Eslováquia (ambas +0,8 p.p.).

Recomendadas

Expectativas de exportação na Alemanha aumentam em novembro, diz Ifo

Depois de uma queda no mês anterior, a indústria automóvel volta a ter expectativa de crescimento nas exportações.

Ucrânia: Angola admite impacto no aumento dos preços dos bens alimentares

Segundo o secretário de Estado do Planeamento angolano, Milton Reis, Angola apesar de ser um exportador líquido das “commodities” energéticas “não está imune aos efeitos deste conflito”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários