Taxa de esforço: o que é e porque não deve ser superior a 35%?

Quanto maior for a taxa de esforço, maior o risco de surgirem dificuldades financeiras, no caso de ocorrer um imprevisto, como uma situação de desemprego, doença ou divórcio.

A taxa de esforço é uma medida de análise do risco de crédito que relaciona o valor das prestações bancárias (prestação do crédito habitação, crédito automóvel; cartões de crédito; crédito pessoal) com os rendimentos do agregado familiar.

Esta taxa, grosso modo, é o rendimento que o consumidor ou a família tem disponível para fazer face às despesas do dia-a-dia (por exemplo: alimentação, transportes e combustível, educação e lazer) após o pagamento das obrigações mensais com créditos previamente contraídos.

A taxa de esforço calcula-se segundo a fórmula: Taxa de esforço = (Encargos financeiros mensais / Rendimento) x 100

Quanto maior for a taxa de esforço, maior o risco de surgirem dificuldades financeiras, no caso de ocorrer um imprevisto, como uma situação de desemprego, doença ou divórcio.

Sabia que a sua taxa de esforço não deve ser superior a 35%?

Os dados divulgados muito recentemente pelo Gabinete de Proteção Financeira da DECO relativos a 2021 e 1º trimestre de 2022 revelam que a taxa de esforço das famílias é de 78. O rendimento médio das famílias que procuraram o apoio do GPF era de 1.100€ com um total de prestações com créditos de 860€. Estes dois valores permitiram calcular esta taxa de esforço que ultrapassa em muito o limite máximo de 35%.

Não sabe qual a sua taxa de esforço? Precisa de renegociar ou reestruturar o seu crédito? Tem dúvidas? A DECO pode ajudar, contacte-nos!

Conte sempre com o nosso apoio. Informe-se e contacte o Gabinete de Proteção Financeira: 213 710 238 ou gas@deco.pt. Relate-nos o seu problema pela linha whatsapp 966 449 110. Visite o nosso site DECO.PT e siga-nos nas páginas de Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Recomendadas

PremiumOptimize promove conferência que ensina a poupar e investir

Evento promove a literacia financeira, a poupança e o investimento e realiza-se em Lisboa a 3 de dezembro. O JE será media partner.

Crédito pessoal para jovens: 8 dicas para conseguir

O crédito pessoal para jovens pode ser mais difícil de obter, pela instabilidade profissional e baixos rendimentos nesta fase. Saiba o que é necessário.

Como funciona o pagamento dos cartões de crédito?

Se fizer compras com o cartão durante um certo período de tempo, quanto pagará no final do mês? Descubra como funciona o pagamento dos cartões de crédito.
Comentários