Taxa de inflação desacelera para os 9,2% na zona euro e 10,4% na UE (com áudio)

O abrandamento da inflação nos preços da energia foi determinante para esta tendência, em ambas as zonas. A confirmação foi dada pelo Eurostat.

A taxa de inflação homóloga na zona euro foi de 9,2% em dezembro de 2022. Na União Europeia (UE), o mesmo indicador fixou-se nos 10,4%, confirmou hoje o escritório de estatísticas europeu (Eurostat). De acordo com o relatório divulgado, observou-se uma desaceleração face aos dados relativos a novembro, que apontavam para 10,1%.

Os números, divulgados esta quarta-feira, significam o segundo recuo consecutivo da taxa de inflação, depois de 17 meses consecutivos de aumentos na zona euro. Ainda assim um aumento muito significativo face aos 5,0% registados no mesmo mês de 2021.

Nos 27 Estados-membros, verificou-se também um abrandamento da tendência de inflação em dezembro de 2022, para os 10,4% (11,1% em novembro), acima dos 5,3% que se registaram no mês homólogo.

O recuo da inflação na categoria da energia foi determinante para estas variações, com uma queda para os 25,5% (depois de 34,9% em novembro), tanto na zona euro, como na UE.

Recomendadas

Reino Unido paga a consumidores para reduzirem consumo de energia

Esta é a primeira vez que o operador do sistema elétrico lança o plano de poupança de energia que envolve recompensa aos consumidores mas nem todos os residentes do Reino Unido podem beneficiar do programa.

Mais de metade dos portugueses pessimistas em relação a 2023

Apesar da preocupação manifestada, apenas um quinto (21,8%) dos inquiridos receia ter dificuldades em cumprir as obrigações financeiras assumidas para 2023.

Riscos de uma nova moeda comum para Brasil e Argentina. Veja o “Atlantic Connection”

Com apresentação de Gabriel Monteiro e de Nuno Vinha, o Atlantic Connection é um programa produzido em parceria pela BM&C News e pelo Jornal Económico, que oferece uma perspectiva em português sobre os grandes temas da atualidade global.
Comentários