Taxa de juro no crédito à habitação e a prestação média aumentam na Madeira

O montante do capital médio em dívida para os contratos de crédito à habitação aumentou, situando-se neste mês nos 61.432 euros.

Segundo informação disponibilizada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), e publicada na Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM), em outubro de 2022, a taxa de juro implícita no crédito à habitação, na Região Autónoma da Madeira (RAM), fixou-se em 1,295%, registando um acréscimo de 0,201 pontos percentuais (p.p.) face ao mês anterior, crescendo pelo sétimo mês consecutivo e atingindo o valor mais alto desde março de 2015. Em outubro de 2021, a taxa de juro implícita no crédito à habitação era de 0,753%.

O valor médio da prestação vencida para o conjunto dos contratos de crédito à habitação subiu seis euros face ao mês anterior, para 290 euros, tendo os juros se fixado nos 66 euros (mais dez euros que no mês anterior e o mesmo valor de abril de 2015) e a amortização nos 224 euros (menos quatro euros que mês precedente). No mês homólogo, o valor médio da prestação vencida era de 265 euros.

Por sua vez, o montante do capital médio em dívida para os contratos de crédito à habitação aumentou, situando-se neste mês nos 61.432 euros (61.157 euros em setembro de 2022). Um ano antes era de 58.890 euros.

A nível nacional, e no conjunto dos contratos de crédito à habitação, a taxa de juro implícita subiu para 1,328%, mais 0,184 p.p. que no mês anterior. A prestação média vencida para a globalidade dos contratos aumentou para os 279 euros, tendo o valor do capital médio em dívida crescido para os 61.513 euros (61.089 euros no mês precedente). No País, os juros subiram onze euros face ao mês anterior, enquanto o capital amortizado caiu três euros.

Recomendadas

Governo da Madeira congratula-se com suspensão de greve da marinha mercante

O secretário regional da Economia disse que o sindicato dos Capitães, Oficiais Pilotos, Comissários, e Engenheiros da Marinha Mercante mostrou-se sensível à dependência do abastecimento, por via marítima, das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores.

Assembleia da Madeira atribui Prémio +Valor Madeira a trabalhos académicos e científicos

O montante do Prémio é de cinco mil euros, podendo, ainda, haver lugar à atribuição de certificados a título de menções honrosas.

Governo da Madeira maximiza benefícios no Código Fiscal de Investimento

Rogério Gouveia apontou que, face à retração económica provocada pela crise pandémica, situação agravada pela guerra na Ucrânia, o Governo Regional, de coligação PSD/CDS-PP, considerou ser “fundamental a adoção de medidas de choque para a revitalização da economia”.
Comentários