Taxa de juro no crédito à habitação e prestação média voltam a aumentar na Madeira

O capital médio em dívida para os contratos de crédito à habitação aumentou, situando-se neste mês nos 60.663 euros. No mês anterior, este era de 60.532 euros e um ano antes era de 58.399 euros.

Em julho de 2022, a taxa de juro implícita no crédito à habitação, na Região Autónoma da Madeira (RAM), fixou-se em 0,870%, aumentando 0,054 pontos percentuais (p.p.) face ao mês anterior, revela a Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM), através de dados consultados no Instituto Nacional de Estatística (INE).

No mês de julho do ano anterior, a taxa de juro implícita no crédito à habitação era de 0,710%, menos 0,16 p.p.

Quanto ao valor médio da prestação vencida, para o conjunto dos contratos de crédito à habitação, este subiu dois euros, para 276 euros, e os juros fixaram-se nos 44 euros (mais três euros que no mês anterior) e a amortização nos 232 euros (menos um euro que mês precedente). Quanto ao mês homólogo, período em que vigoravam as moratórias do crédito à habitação, o valor médio da prestação vencida era de apenas 239 euros.

Consequentemente, o capital médio em dívida para os contratos de crédito à habitação aumentou, situando-se neste mês nos 60.663 euros. No mês anterior, este era de 60.532 euros e um ano antes era de 58.399 euros.

No panorama nacional, e no conjunto dos contratos de crédito à habitação, a taxa de juro implícita subiu para 0,912%, mais 0,054 p.p. que no mês anterior. A prestação média vencida para a globalidade dos contratos aumentou para os 264 euros, tendo o valor do capital médio em dívida crescido para os 60.405 euros (no mês anterior este era de 60.061 euros).

 

Recomendadas

Câmara do Funchal distingue empresários da restauração e duas associações de táxis em comemoração do Dia Mundial do Turismo

Pedro Calado enalteceu “a qualidade e a excelência” dos serviços prestados pelo sector de táxis, sublinhando que estes profissionais são muitas vezes “os grandes embaixadores da Madeira” e os primeiros a terem o contacto direto com os turistas quando chegam à cidade .

Comercialização de banana na Madeira aumentou 17,3% face ao ano passado

Do número total de bananas comercializadas de janeiro a agosto deste ano, 84,7% foi expedida, tendo como principal destino o Continente. Este valor era de 84,0% em 2021.

Valor mediano de avaliação bancária de habitação na Madeira atingiu máximos em agosto

Em agosto deste ano, o valor mediano de avaliação bancária de habitação RAM ficou em 1.385 euros/m2, um aumento de 1% em relação ao mês anterior e de 11,3% face ao mesmo mês do ano anterior.
Comentários