Taxa de juro no crédito à habitação sobe para 1,011% em agosto

Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro aumentou de 1,289% para 1,523%, de acordo com os dados do INE.

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação foi 1,011% em agosto, subindo 9,9 pontos base (p.b.) face a julho (0,912%). Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro aumentou de 1,289% para 1,523%, o que significa um aumento de 23,4 p.b. face de julho, de acordo com os dados do INE.

O capital médio em dívida cresceu 345 euros, para 60.750 euros. A prestação média subiu 4 euros, para 268 euros. Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, o valor médio da prestação subiu 20 euros, para 445 euros.

Para o destino de financiamento Aquisição de Habitação, a taxa de juro implícita para o total dos contratos subiu para 1,027% (+9,9 p.b. face a julho). Nos contratos celebrados em junho, julho e agosto, a taxa de juro aumentou 23,3 p.b. face ao mês anterior, fixando-se em 1,528%.

Olhando à totalidade dos contratos, o valor médio da prestação subiu 4 euros, para 268 euros. Deste valor, 51 euros (19%) correspondem a pagamento de juros e 217 euros (81%) a capital amortizado. Nos contratos celebrados nos últimos três meses, o valor médio da prestação subiu 20 euros, para 445 euros.

Em agosto, o capital médio em dívida subiu 345 euros face ao mês anterior, fixando-se em 60.750 euros. Para os contratos celebrados no mesmo período de tempo, o montante médio em dívida foi 128 092 euros, mais 414 euros que em julho.

Recomendadas

Itália. UE quer novo governo a cumprir programa económico para receber mais financiamento

A Comissão Europeia indica que Itália já atingiu 45 metas nos planos de reforma que incluem áreas como o ensino e saúde, de forma a poder receber mais 21 mil milhões de euros em fundos de recuperação pós-pandemia.

Inflação. Centeno aponta para preços mais altos e menos temporários que esperado

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, admitiu hoje que a inflação vai ser mais elevada e menos temporária, apontando para uma revisão em alta da taxa nas próximas projeções do banco central.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.
Comentários