Taxa de juro para financiamento de compra de casa sobe ligeiramente em novembro

O Instituto Nacional de Estatística apresentou esta quarta-feira de manhã os últimos dados sobre as taxas de juro implícitos no crédito à habitação.

Konstantin Chernichkin/Reuters

A taxa de juro implícita nos contratos de crédito à habitação subiu ligeiramente em novembro (0,1 pontos base para 1,017%), quando comparado com o mês de outubro, de acordo com os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Quanto ao financiamento para aquisição de habitação, a tarifa mais relevante no conjunto do crédito à habitação, a taxa de juro implícita para o total dos contratos foi 1,039%, valor 0,1 ponto base face a outubro (1,038%). Já o valor médio da prestação vencida diminuiu um euro em relação ao mês anterior, fixando-se em 239 euros.

“Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro foi 1,660% no mês em análise, traduzindo uma redução de 2,6 pontos base”, refere o relatório do INE, acrescentando que, para o financiamento para aquisição de habitação neste tipo de contratos, a taxa passou de 1,681% em outubro para 1,658% em novembro.

Segundo o organismo de estatística português, o capital médio em dívida para a totalidade dos contratos subiu 75 euros no mês passado, face ao mês anterior, atingindo os 51.646 euros.

Os juros da dívida portuguesa estiveram esta manhã inalterados a dois anos e a descer a cinco e a 10 anos em relação a terça-feira. Por volta das 8h40 de Portugal Continental, os juros a dez anos estavam a descer para 1,785%, contra 1,803% na terça-feira e 1,760% em 18 de dezembro, um mínimo desde maio de 2015.

Relacionadas

Taxas de crédito para habitação caíram para mínimo histórico

Pelo contrário, no crédito ao consumo e no crédito para outros fins, as taxas de juro médias subiram, segundo os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal.

Taxas Euribor mantêm-se a 3, 9 e 12 meses e caem a 6 meses

A nove meses, a Euribor voltou hoje a ser fixada em -0,224%, o atual mínimo de sempre, registado pela primeira vez em 27 de outubro.
Recomendadas

Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor” a decorrer em Lisboa, com o apoio do Jornal Económico

A conferência é organizada pela Optimize Investment Partners, sociedade gestora portuguesa que disponibiliza uma gama de soluções de investimento para diversos perfis de risco e objetivos. Moderada por Nuno Vinha, subdiretor do Jornal Económico, consiste numa palestra de 30 minutos de cada um dos quatro oradores, um coffee break e uma mesa redonda com espaço para perguntas e respostas e interação com a plateia.

SIBS: mais de um quinto do valor gasto na Black Friday foi em compras online

O comércio online continua a ganhar peso nas compras em Portugal. Dados da SIBS revelam que 22% do valor gasto na última Black Friday foi em compras online, um peso que bate por muito os 18% do ano passado.

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.
Comentários