Taxa de sobrelotação da habitação chega aos 9% na Madeira

Os valores mais elevados pertenceram ao Algarve (13,7%), Área Metropolitana de Lisboa (13,0%), Norte (11,3%).

A taxa de sobrelotação da habitação subiu de 8,2% para os 9%, em 2021, na Madeira, inferior aos 10,6% da média nacional, de acordo com os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

Os valores mais elevados pertenceram ao Algarve (13,7%), Área Metropolitana de Lisboa (13,0%), Norte (11,3%) e Região Autónoma dos Açores (11,2%), Centro (6,9%) e o Alentejo (7,1%).

A taxa de sobrelotação corresponde à proporção de pessoas que viviam em alojamentos em que o número de divisões habitáveis (≥ quatro m2) era insuficiente para o número e perfil demográfico dos membros do agregado.

A carga mediana das despesas em habitação atingiu os 10,5%, na Madeira, uma descida face aos 10,8% do período homólogo.

Já a taxa de sobrecarga das despesas em habitação ficou em 4,7% uma subida face aos 4,4% do ano anterior.

Recomendadas

Ponteditora anuncia lançamento de duas novas publicações científicas

Os lançamentos serão feitos no segundo trimestre de 2022 e 2023.

PS Madeira quer “estudo científico rigoroso” sobre manuais digitais nas escolas

“Não basta entregar um manual digital – um tablet – aos alunos para dizer que se está a transformar a escola. É preciso muito mais”, disse este sábado, 13 de agosto, o líder da bancada socialista, Rui Caetano, numa iniciativa partidária junto à Escola Secundária Jaime Moniz, no Funchal.

PremiumFundir música comercial com o mundo alternativo

Carlo Rodrigues criou o projeto Krod porque queria algo próprio, independente. Mas, sem o vocalista Lee Jones, Krod não seria Krod. No dia 13 de agosto, a banda embarca para o cobiçado festival ‘Concertos L’, na Estalagem da Ponta do Sol.
Comentários