Taxas Euribor sobem a três e seis meses

As taxas Euribor subiram hoje nos prazos a três e seis meses, mas manteve-se a nove e desceu a 12 meses, em relação aos valores fixados na sexta-feira. A Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, foi fixada a 0,182%, mais 0,002 pontos do que na sexta-feira. Na quinta-feira […]

As taxas Euribor subiram hoje nos prazos a três e seis meses, mas manteve-se a nove e desceu a 12 meses, em relação aos valores fixados na sexta-feira.

A Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, foi fixada a 0,182%, mais 0,002 pontos do que na sexta-feira.

Na quinta-feira passada, a Euribor a seis meses foi fixada em 0,178%, atual nível mínimo de sempre, que já tinha registado pela primeira vez a 7 de outubro.

No prazo de três meses, a Euribor também subiu, mas apenas 0,001 pontos para 0,080%, depois de se ter sido fixada em 0,078% na quinta-feira, um novo mínimo de sempre deste prazo.

A Euribor a 12 meses caiu para 0,332%, menos 0,001 pontos percentuais do que na sexta-feira, depois de ter descido para o mínimo de sempre, de 0,332%, a 09 de outubro.

A nove meses, a Euribor voltou a ser fixada em 0,255%, depois de ter descido para o mínimo de sempre, de 0,249%, a 02 de outubro.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

OJE/Lusa

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Governo e sector social num impasse para acordo face a exigência de aumentos salariais

O princípio de acordo para o setor social está num impasse porque o reforço de verbas do Governo às instituições pressupõe aumentos salariais de 5,1%, o que levou as instituições a pedir a renegociação e apresentar uma proposta conjunta.

Os 10 cisnes negros de 2023: UnBrexit? Ouro nos três mil dólares? Macron demite-se?

Estes são os 10 eventos mais improváveis de acontecer no próximo ano.